Nas Bancas

Motores: Ao volante do novo Nissan Qashqai

O mais famoso e bem sucedido dos 'crossovers' segue o seu caminho de sucesso. A nova geração do Qashqai tem ainda mais razões para brilhar.

1 de maio de 2014, 01:42

Em 2007, quando os responsáveis da Nissan apresentaram pela primeira vez o Qashqai, e por mais otimistas que estivessem, talvez não imaginassem o sucesso que este modelo viria a alcançar. O conceito Crossover era então algo completamente novo e rapidamente o Qashqai se tornou um sucesso de vendas. A estética inovadora e uma excelente relação preço/equipamento revelaram-se atributos de peso para conquistar um segmento que até então não tinha concorrentes à altura. Nos últimos anos, foram várias as marcas que tentaram inverter a tendência de sucesso do Qashqai, mas nenhuma teve o êxito pretendido e os números falam por si. Em sete anos, a Nissan vendeu mais de dois milhões de unidades do Qashqai.
A nova geração do Nissan Qashqai, que tivemos oportunidade de conduzir há uns meses em Madrid, está ainda melhor, em todos os aspectos. É um modelo totalmente redesenhado e que pretende dar continuidade ao sucesso do seu antecessor. Esteticamente, o novo Qashqai parece um carro mais musculado, apesar de não existirem grandes diferenças em termos de dimensões: Este novo modelo é 20 mm mais largo, 49 mm mais longo e 15 mm mais baixo do que o anterior. As diferenças que saltam imediatamente à vista são a grelha frontal, mais elegante e que integra muito bem os novos faróis com tecnologia LED, e a traseira, que também recebeu novos farolins e uma porta de bagageira maior. Este novo Qashqai está mais aerodinâmico e nota-se um cuidado especial em todos os pormenores a nível de construção. Acima de tudo, parece-nos que está ainda mais versátil.
No interior as alterações também são notórias e é importante referir a melhor qualidade dos materiais utilizados. Os bancos são totalmente novos e isso reflete-se a nível de conforto, principalmente nas viagens mais longas. A posição de condução mantém-se elevada e não merece reparos. Umas das muitas novidades é a introdução do travão de estacionamento eletrónico em toda a gama, o que faz com que sobre mais espaço para a arrumação de objetos. Os comandos são intuitivos e o espaço suficiente para que todos os ocupantes se sintam confortáveis.

O espaço de carga também foi melhorado. A porta da bagageira abre agora 150 mm mais para cima e inclui um sistema de piso duplo concebido para fornecer um espaço de carga flexível e versátil. A bagageira possui uma capacidade de carga de 430 litros com os bancos traseiros na sua posição normal, o que significa uma melhoria de 20 litros relativamente ao Qashqai anterior.
O novo Qashqai apresenta também importantes avanços ao nível de tecnologia, com especial destaque para o Escudo de Proteção Inteligente Nissan, que é constituído por sistemas como: Aviso de Mudança de faixa, Aviso de Ângulo Morto, Sistema de Alerta de Fadiga, Regulador Automático de Máximos, Deteção de Objeto em Movimento, Sistema de Estacionamento Automático, novo Nissan Connect com integração de aplicações para smartphone, monitor 360 graus, entre muitos outros.
O novo Qashqai está disponível em quatro versões de equipamento (Visia, Acenta, N-Tec e Tekna) e, para já, com duas motorizações diesel. Posteriormente, serão introduzidas duas motorizações a gasolina.
Olhando mais em pormenor para os motores a gasóleo, importa salientar o novo 1.5 dCi de 110 cv, descrito como o motor mais eficiente até agora disponível num Qashqai, com emissões de apenas 99 g/Km e consumo combinado de 3,8 l/100 Km (valores anunciados pela marca). O topo de gama diesel é o já conhecido 1.6 dCi de 130 cv, disponível nas versões de duas e quatro rodas motrizes. Conjugado com a caixa de velocidades manual e tração dianteira, este motor tem emissões de CO de 115 g/Km e consumos combinados na ordem dos 4,4 l/100 Km. O Nissan Qashqai pode também agora contar com a caixa de velocidades automática Xtronic. E é importante não esquecer que todos os motores estão equipados com a função Stpo&Start.
Quanto ao nível de equipamento, a versão de entrada Visia já vem muito bem apetrechada, integrando, por exemplo, o sistema Nissan de Controlo Dinâmico de Chassis, ar condicionado, Assistente de Arranque em Subida e computador de bordo com ecrã de cinco polegadas. No nível seguinte, Acenta, acrescenta-se de série o ar-condicionado automático de duas zonas, volante e punho da caixa de velocidades em couro, jantes de liga leve de 17 polegadas e um inovador sistema de organização do compartimento de bagagem.

A versão N-Tec é uma novidade no Qashqai e já vem com o Safety Pack incluído no sistema de Escudo de Proteção Inteligente Nissan. Possui também de série teto panorâmico, sensores de estacionamento e chave inteligente.
A versão Tekna continua a ser a topo de gama e inclui agora o novo Sistema de Estacionamento Automático, jantes de liga-leve de 19 polegadas, barras de tejadilho, bancos em couro aquecidos e câmara de visão 360 graus.
Quanto a preços:
- 1.5 dCi 110 cv Visia: desde 26.100 Euros

- 1.5 dCi 110 cv Acenta: desde 27.300 Euros

- 1.5 dCi 110 cv N-Tec: desde 29.300 Euros

- 1.5 dCi 110 cv Tekna: desde 30.800 Euros
- 1.6 dCi 130 cv Visia: desde 28.100 Euros

- 1.6 dCi 130 cv Acenta: desde 29.300 Euros

- 1.6 dCi 130 cv N-Tec: desde 31.300 Euros

- 1.6 dCi 130 cv Tekna: desde 32.800 Euros

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras