Nas Bancas

Motores: Ao volante da Honda Civic Tourer

Design atual, espaço, conforto, um motor Diesel fabuloso e uma caixa de velocidades eficaz são os principais atributos da nova carrinha japonesa.

Luís Cáceres Monteiro
24 de abril de 2014, 18:25

A nova carrinha Honda Civic Tourer chegou a Portugal no passado mês de fevereiro. Os portugueses adoram carrinhas. No caso deste segmento encontramos diversas propostas interessantes. A Renault Mégane Tourer (campeã de vendas), Seat Leon ST (recebeu recentemente o título de carrinha do ano em Portugal), Kia Cee'd SW (relação preço/equipamento em destaque), Skoda Octavia Break (a nova geração coloca em sentido as carrinhas do segmento superior), Toyota Auris Tourer Sports (aparência moderna, equipamento e fiabilidade), Hyundai i30 SW (aparência atual e muito equipamento de série) e aguardamos com expetativa a chegada da nova Peugeot 308 SW. A carrinha francesa passou de 508 para 610 litros de capacidade na bagageira, igualando a marca da Skoda Octavia Break e ficando a 14 litros da Honda Civic Tourer. O espaço de bagagem da Civic Tourer é de 624 litros.
Muitos leitores da CARAS recordam-se certamente da carrinha Honda Civic Aerodeck que tão boa conta de si deu comercialmente no nosso país. A nova geração não deixa ninguém indiferente. Gosto de olhar para um carro e procurar ângulos de visualização diferentes. Na minha opinião, as linhas da nova Honda Civic conseguem ser mais consensuais do que no Civic de cinco portas. Não fosse o estado atual do mercado, onde o rent a car e as frotas dominam o mercado, certamente iríamos encontrar várias Civic Tourer este Verão nas estradas nacionais.
A nova carrinha tem o tanque de combustível no mesmo sítio do Civic 5 portas. Localizado por baixo dos bancos dianteiros, o que permite manter a configuração dos "bancos mágicos" e oferecer um espaço muito interessante a bordo. Um sistema que já funciona muito bem no Honda Jazz. Os bancos traseiros rebatem-se facilmente num único movimento. Os bancos traseiros podem também ser levantados de forma a facilitar o transporte de objetos mais altos. Uma configuração dos bancos 60:40 oferece ainda mais opções para transportar pessoas e objetos proporcionando uma área de carga alternativa quando o acesso pela porta da bagageira estiver limitado. A área de bagagem consegue acomodar duas bicicletas de montanha ou quatro malas largas sem a chapeleira recolhida. Existe, ainda, um enorme e funcional alçapão na bagageira.
A carrinha Civic Tourer está disponível com motorização 1.6 Diesel e com motorização 1.8 Gasolina. O bloco 1.6 diesel de 120 CV de potência e um binário de 300 Newton Metros de binário às 2.000 rotações é uma maravilha. Muito agradável de conduzir e consumos comedidos, nunca fiz médias superiores a 6 litros para percorrer 100 quilómetros. O comportamento dinâmico em estrada é muito previsível. A tourer curva de forma segura e intuitiva, mesmo quando aceleramos com maior vivacidade. Gostei bastante do conforto a bordo. Referência para a caixa de seis velocidades que segue a melhor tradição nipónica, suave, precisa, e, claro, para o sistema de Amortecimento Adaptativo da suspensão traseira (ADS) que pode ser utilizado a qualquer altura melhorando a estabilidade e o conforto, independentemente da quantidade da carga e das condições de condução. A qualidade dos materiais e a construção geral da carrinha está de acordo com o que a Honda nos habituou. Bons materiais, montagem cuidada, contribuindo para a famosa fiabilidade da marca japonesa. Algumas pessoas não gostam muito do interior dos Civic, afirmam que é como viajar numa nave espacial. Pessoalmente, gosto, tudo funciona bem. O equipamento de série é muito completo.
A Honda Civic Tourer 1.6 i-DTEC Comfort Diesel está à venda por 25.906 euros

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras