Nas Bancas

Motores: Conheça o novo Hyundai i10

A nova geração deste pequeno citadino promete dar que falar. Um design atrativo, muito equipamento e um preço competitivo.

27 de janeiro de 2014, 11:21

O i10 é um automóvel projetado e construído no Centro de Investigação e Desenvolvimento da Hyundai Europe, em Rüsselsheim, na Alemanha, destinando-se aos consumidores europeus. Na sua essência, o i10 é um carro adequado em primeira instância a uma utilização urbana, o que não quer dizer que não consiga fazer uma boa viagem até ao Algarve. 

 

Design a pensar nos clientes europeus 

O design é atualmente a razão número um para os clientes europeus optarem pela compra dos veículos da marca em qualquer segmento. O novo modelo segue a filosofia de design da marca "fluidic sculpture". Com um total de 3.665 milímetros, o novo i10 é mais longo que o seu antecessor, o que permite melhorar a capacidade da bagageira para os 252 litros com os bancos traseiros na posição vertical beneficiando igualmente o espaço para as pernas dos passageiros dos bancos traseiros e dianteiros. 

A marca coreana melhorou ainda o equipamento presente que inclui elementos como cruise control com limitador de velocidade ajustável, volante em couro e bancos da frente aquecidos, controlo de assistência em planos inclinados, chave inteligente com botão start/stop, luzes de circulação LED, bem como ar condicionado automático, que podem estar disponíveis de série ou em opção, dependendo da versão.

A Hyundai possibilita aos compradores a escolha entre dois motores de tração dianteira a gasolina, altamente desenvolvidos, com caixa manual de cinco velocidades ou caixa automática de quatro velocidades, de acordo com a motorização e versão. O motor 1.0 litros de três cilindros possui uma potência de 66CV e uma cilindrada de 998 cm3. A potência máxima é alcançada às 5500 rpm. 

O motor 1.25 litros de quatro cilindros com uma cilindrada de 1248 cm3, oferece aos condutores 87 CV às 6000 rpm e um binário máximo de 120 Nm às 4000 rpm. A nova geração i10 está igualmente disponível numa versão GPL instalada de fábrica. Nesta versão a sua potência máxima é de 67CV às 6200 rpm com 90 Nm de binário produzido às 3500 rpm. 

O novo i10 beneficia de uma gama de recursos de segurança ativa e passiva bastante aceitável. Características de segurança ativa como o programa eletrónico de estabilidade (ESP) e gestão de estabilidade do veículo (VSM) estão equipados de série pela primeira vez num modelo do segmento A da Hyundai, assim como o sistema de monitorização da pressão dos pneus.

 

A nova geração integra de série seis airbags - dois frontais, dois laterais e dois de cortina que preenchem o comprimento interior total. 

 

O Hyundai i10 beneficia de 5 anos de garantia sem limites de quilómetros. A versão mais acessível com o motor 1.0 litros custa 9.990 euros e a mais cara com o bloco 1.2 litros vale 13.750 euros. No caso da versão a GPL o preço a pagar é de 13.390 euros.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras