Nas Bancas

Motores: António Félix da Costa no GP Macau

A prova decorre entre 14 e 17 de novembro.

Divulgação
24 de outubro de 2013, 12:55

Depois da vitória em 2012,António Félix da Costa irá marcarpresença na 60.ª edição do Grande Prémio de Macau, na corrida de Fórmula 3, quetem lugar entre os dias 14 e 17 de novembro.
Convite de última hora e decisão concisa do piloto da Red Bull Junior Team quedefenderá as cores da equipa Carlin, a mesma com que se sagrou vencedor naedição do ano passado, naquela que foi uma das vitórias mais importantes dahistória do automobilismo Nacional além-fronteiras.
Terminada a sua temporada 2013, onde terminou no 3.º lugar da World Series byRenault 3.5 com três vitórias conquistadas, António Félix da Costa foi chamadopela Red Bull para defender as cores da equipa inglesa Carlin, depois de umaintensa pressão da organização no sentido de contar com o piloto português noGrande Prémio de Macau de Fórmula 3, num ano que se celebra a 60.ª edição desteimportante evento automobilístico, que conta com 27 pilotos inscritos de quinzenacionalidades diferentes. “Nãoesperava estar este ano em Macau, mas sempre disse que se trata do meu circuitopreferido e encaro este convite como uma grande honra. Depois da vitória do anopassado todos os olhos vão estar postos em mim e tudo farei para trazer novavitória para Portugal, mas não parto obcecado com esse objectivo. Sei que onível do GP Macau é elevado, com pilotos de grande nível que competemhabitualmente na F3 e outros vindos de campeonatos muitos competitivos, masacredito que com a Carlin temos as armas necessárias para lutar pela vitória.Será um prazer rever o público fantástico que todos os anos marca presença nocircuito da Guia, afirmou o piloto de 22 anos, que seencontra este fim de semana em Inglaterra para disputar uma corrida da Fórmula3 Cup em Snetterton, com o intuito de estar elegível para participar no GrandePrémio de Macau.
Também Trevor Carlin, patrão daequipa Carlin se mostrou muito contente por contar com António Félix da Costanum dos seus monolugares: “Estamosmuito satisfeitos por ter a oportunidade de contar com o António. Ele foiexcelente em Macau no ano passado e como grande piloto que é, quando surgiu aoportunidade aproveitou para voltar este ano. Em Macau há muitos factoresenvolvidos e o talento e a velocidade nem sempre são suficientes para vencer,pois trata-se de um circuito citadino apertado, onde é preciso contar com oelemento “sorte”. Não há nenhuma pressão sobre Antonio de dominar novamente.Dito isto, o António é um trunfo enorme para a equipa e a sua experiência serávaliosa para os nossos rookies. Vamos para Macau mais fortes por tê-loconnosco”.
Recorde-se que o Grande Prémio de Macau é disputado nas ruas da cidade, numaprova tido como muito técnica, onde se roda sempre muito perto dos muros. Nalista de vencedores constam nomes como AyrtonSenna, Michael Schumacher, David Coulthard e também António Félixda Costa.
Relativamente ao futuro de António Félix da Costa, depois da notícia destasemana, em que o piloto português se viu afastado de um lugar como pilototitular no Mundial de Fórmula 1 em 2014, perdendo a vaga da Scuderia Toro Rossopara o russo Daniil Kvyat, oportuguês acalma os portugueses: “Depoisdo choque da notícia desta semana, a verdade é que muita coisa se passou, todosos dias têm havido novos desenvolvimentos e podem estar boas notícias acaminho”.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras