Nas Bancas

Motores: Rui Porto Nunes regressa à competição

O ator faz equipa com António Maio e Frederico Fino no Vinhos Ervideira Rali TT.

Divulgação
19 de abril de 2013, 12:13

Nos dias 20 e 21 de abril, Rui Porto Nunes vai participar no Vinhos Ervideira Rali TT, a prova de abertura do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2013 integrado na equipa Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy, o projeto liderado por Frederico Fino e Fernando Pinhel e apoiado pela Yamaha.
O jovem ator regressa às competições depois de algumas participações esporádicas em 2012. A equipa Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy apresenta-se na prova alentejana com fortes ambições, sendo de destacar o objetivo de António Maio de lutar pelo título nacional que uma queda em 2012 tornou inviável.
Para Rui Porto Nunes, que regressa a esta prova alentejana onde no ano passado caiu e fraturou um braço, o objetivo passa “por terminar a corrida, desfrutar ao máximo e representar bem as cores da equipa Yamaha. Esta prova é difícil e dura e a minha preocupação central vai ser chegar ao fim. É uma 2.ª oportunidade face ao que aconteceu no ano passado. Fisicamente, não estou tão bem preparado como gostaria, mas tenho tido muito trabalho que me tem impedido de cuidar desse aspeto com a intensidade que as corridas implicam”. De salientar que a presença do ator nesta corrida só é possível na medida em que já terminaram as filmagens para a última novela em que participou, Dancin’Days, em exibição na SIC.
Ao seu colega de equipa António Maio cabe uma tarefa completamente diferente. Em 2012 uma queda, na prova inaugural, impediu-o de lutar pelo título. Regressou no pleno das suas capacidades na ponta final da temporada e venceu de forma categórica a internacional Baja 500 Portalegre, onde soma já um recorde de cinco triunfos, três dos quais consecutivos.
“Esta prova que vai ser disputadas em Reguengos de Monsaraz é para mim uma estreia na medida em que no ano passado, quando contou pela primeira vez com motos no seu programa, eu ainda estava em convalescença, mas agora estou muito motivado em participar e não escondo que o meu objetivo é o de lutar pela vitória”, salienta o piloto alentejano.
Já para Frederico Fino, que recupera depois de quase um mês de doença, “o objetivo pessoal é lutar por um lugar no Top10”. “Como responsável desta formação ambiciono naturalmente que o António consiga a vitória e que todos os nossos pilotos tenham boas prestações”, adiantou.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras