Nas Bancas

Motores: Em Verona, ao volante da Volvo V40

Um modelo a ter em conta no segmento dos compactos 'premium'. Estilo elegante, bastante agradável de conduzir, boas performances, irrepreensível a nível e segurança e praticamente imbatível em matéria de sistemas de segurança. Veja o vídeo no final do texto.

7 de julho de 2012, 03:04

Depois da bem sucedida organização da Volvo Ocean Race em Lisboa, a Volvo Portugal concentra atenções naquele que é outro dos grandes acontecimentos da marca para este ano: o lançamento da V40. Mostrada ao mundo no Salão Automóvel de Genebra, a V40 foi apresentada à Imprensa internacional na bonita região italiana de Verona e estará disponível no nosso país no final do próximo mês de agosto com três motorizações, duas a Diesel (D2 115 cv e D4 177 cv) e uma a gasolina (T4 180 cv). Mas falaremos das motorizações mais à frente...

A marca refere-se a este novo modelo no feminino, seguindo a tradição da sigla 'V', no entanto, não temos grandes dúvidas de que não estamos perante uma carrinha, mas sim de um Hatchback premium, que terá no Audi A3, BMW Série 1 e Mercedes Classe A os seus principais concorrentes. Ao olhar para as várias V40 alinhadas no jardim do Byblos Art Hotel, em Verona, salta-nos à vista um automóvel de linhas simples e elegantes, com traços bem característicos da marca sueca, mas com pormenores de design que mostram algum atrevimento. A sua curta distância ao solo deixa antever um bom comportamento em estrada e as luzes dianteiras de LED conferem-lhe um aspeto único e dinâmico. Na traseira, o desenho característico dos faróis, que não andam muito longe dos utilizados na V60 e no XC60, estão na linha daquilo que é o ADN da Volvo e ladeiam a porta hexagonal, bem ao estilo da utilizada no C30. A nova V40 está também disponível com tecto panorâmico fixo, que se estende desde o pára-brisas dianteiro até aos lugares traseiros. Este vidro está protegido com uma cortina de tela que se abre e fecha de forma automática e de trás para a frente, ou seja, os passageiros dos lugares traseiros podem desfrutar da luz do sol, enquanto o condutor permanece à sombra.
HABITÁCULO TECNOLOGIA

Antes de nos fazermos à estrada é tempo para apreciar o habitáculo, onde se nota uma especial atenção com a ergonomia, conforto e qualidade dos materiais. O interior é espaçoso e os bancos bastante confortáveis, com excepção para o lugar traseiro central, que esconde um compartimento para copos. Existem várias opções a nível de revestimentos dos bancos, entre couro e tecido, assim como em relação aos materiais que revestem o tabier e as portas. A nova V40 mantém a tradicional consola central flutuante característica dos mais recentes modelos da Volvo. Também aqui, são inúmeros os materiais propostos, desde a madeira ao grafiti brilhante. Os espaços de armazenamento também são vários. Por baixo do apoio para os braços, por exemplo, à espaço para guardar vários CD's e dispõe de entradas USB e AUX. Quanto à bagageira, apresenta uma capacidade de 335 litros, o que não nos parece muito para um automóvel familiar. No entanto, é bastante interessante a solução da mala poder ser dividida em duas partes, o que pode facilitar a carga dos mais variados objectos.

Uma novidade é o design do manípulo das mudanças. Tanto com caixa automática, como manual, a alavanca é transparente e o seu interior é iluminado.
A nova V40 foi criada a pensar no condutor e uma das grandes novidades é o novo painel de instrumentos totalmente gráfico e que pode ser personalizado entre três temas, Elegance, Eco e Performance, mudando de cor e de informação disponibilizada consoante a nossa escolha.

Toda a informação sobre o veículo é apresentada num ecrã a cores de cinco ou sete polegadas, situado na parte superior do painel de instrumentos. Todas as funções podem ser controladas através do volante ou nos botões situados por baixo do ecrã. Bluetooth com streaming musical, ar condicionado eletrónico e sistema de navegação são outras das opções disponíveis.
Já na estrada, rapidamente percebemos que a V40 nos proporciona uma condução bastante dinâmica e ágil, mesmo em percursos mais sinuosos. A direção e pode ser ajustada em três modos, baixo, médio e alto, consoante o tipo de condução que pretendemos adotar, assim como as condições da estrada. A direção assistida elétrica integra várias funções de segurança e apoio à condução, tais como o sistema de ajuda para manter o veículo na faixa de rodagem (Lane Keeping Aid) ou o sistema de ajuda ao estacionamento (Park Assist Pilot). Destacamos ainda o sistema de controlo de estabilidade e tração (DSTC), que permite identificar qualquer tendência de derrapagem em fase inicial. O controle de tração em curva permite-nos fazer as curvas com maior suavidade em estradas mais sinuosas ou com o piso molhado.
MOTORES

A V40 estaré disponível em Portugal com três motorizações e tivemos oportunidade de as testar todas durante esta apresentação. Começando pela gasolina, o T4 turbo de 1,6 litros tem uma potência de 180 cv. Atinge uma velocidade máxima de 225 Km/h e permite-nos acelerar dos 0 aos 100 Km/h em 7,7, segundos. Pode vir equipado com a caixa automática de seis velocidades Powershift ou caixa manual de seis velocidades. Quanto a consumos médios de combustível, a marca anuncia o valor de 5,5 l/100 Km.

Quanto às propostas a gasóleo, o D4 turbodiesel de 2,0 litros oerece-nos uma potência de 177 cv. Otimizado para oferecer uma excelente relação entre prazer de condução e baixos consumos, atinge uma velocidade máxima de 220 Km/h e demora 8,3 segundos a atingir os 100 Km/h, com caixa de velocidades automática, e 8,6 segundos, com caixa manual. Os consumos médios situam-se entre os 4,3 e os 5,2 l/100 Km.

A versão D2 turbodiesel de 1,6 litros e 115 cv de potência parece-nos a mais apetecível para o nosso mercado. Combina uma caixa manual de seis velocidades com o sistema Start/Stop, apresentado consumos na ordem de 3,6 l/100 Km. Acelera dos 0 aos 100 Km/h em 12,3 segundos e atinge uma velocidade máxima de 185 Km/h.
SEGURANÇA

A segurança é, sem dúvida, uma das 'bandeiras' da Volvo e a marca anucia a V40 como o veículo mais inteligente e seguro do seu segmento. Uma das grandes inovações apresentadas é o airbag para peões. Instalado sob o capot e ativado através de sensores, permite minimizar as consequências de um hipotético atropelamento, protegendo as zonas mais perigosas do automóvel, como a base do para-brisas ou os pilares dianteiros, deixando a zona central com a função de 'amortecer' o peão.

Entre a panóplia de sistemas de segurança disponíveis contamos ainda com o sistema de ajuda ao estacionamento, que facilita o estacionamento em linha e controla o volante enquanto o condutor se encarrega da caixa de velocidades, acelerador e travão; Sistema de manutenção na faixa de rodagem, ativado a velocidades entre os 65 e os 200 Km/h, que controla as marcas na estrada através de uma câmara de visão dianteira e nos avisa com uma vibração no volante; Informação do ângulo morto em ambos os lados do carro, que nos adverte da presença de outros veículos através de uma luz situada nos espelhos retrovisores; Informação de sinais de trânsito, que nos mostra os sinais de trânsito no painel de instrumentos através da cãmara de visão dianteira; Deteção de peões com travagem automática, que nos avisa se um peão se atravessa à frente do carro e ativa automaticamente os travões até uma velocidade máxima de 35 Km/h; City Safety, sistema que em velocidades até 50 Km/h trava automaticamente se o condutor não consegue reagir a tempo quando o veículo da frente reduz de forma brusca a sua velocidade.
PREÇOS

D2 115 cv - desde 28.150 euros

D4 177 cv - desde 34.650 euros

T4 180 cv - desde 32.955 euros
A Volvo V40 chega a Portugal com dois níveis de equipamento: Kinetic e Momentum.
SAIBA MAIS SOBRE O MUNDO AUTOMÓVEL NO SITE DA REVISTA VOLANTE

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras