Nas Bancas

Motores: Ao volante do Peugeot 3008 HYbrid4

Já guiámos o primeiro híbrido a gasóleo lançado no mercado. É, de facto, económico, funcional e até nos permite algumas peripécias fora de estrada, graças ao modo 4WD. Veja o vídeo no final do texto.

2 de julho de 2012, 16:48

Se já considerava o Peugeot 3008 um dos automóveis mais interessantes do seu segmento, devido ao seu design, funcionalidade e espaço interior, fiquei ainda mais impressionado depois de conduzir a versão HYbrid4, o primeiro veículo lançado em Portugal que combina um motor Diesel com um motor elétrico.

Através da conjugação de um motor 2.0 HDi de 163 cv com um motor elétrico com uma capacidade máxima de 37 cv, o 3008 HYbrid4 oferece ao condutor um excelente comportamento em estrada, liberddade e facilidade de utilização  - através da possibilidade de escolha entre quatro modos de condução: ZEV, 4WD, Sport e Auto -, a possibilidade de circular apenas em modo elétrico, segurança e respeito pelo ambiente.
O resultado é um crossover de 200 cv, quatro rodas motrizes, com um consumo misto de apenas 3,8 l/100 km e 99 g/km de CO2.

Ao contrário do que possamos imaginar, o 3008 HYbrid4 é extremamente fácil de utilizar, com destaque para um comando de seleção situado na consola central que nos permite escolher entre os quatro modos distintos:

- O modo Auto gere automaticamente o conjunto do sistema ao solicitar de forma otimizada os motores térmico e elétrico. É neste modo que obtemos os níveis mais baixos de consumo e de emissões de CO2.

- O modo ZEV (Zero Emission Vehicle) dá-nos acesso a um modo elétrico alargado, uma vez que o motor térmico apenas entra em funcionamento nas acelerações mais fortes. É possível rodar exclusivamente em tração elétrica até cerca de 70 km/h e até 4 km.

- O modo 4WD (4 rodas motrizes) determina que as duas motorizações funcionem ao máximo em simultâneo. As rodas traseiras são accionadas pelo motor elétrico e as dianteiras pelo motor térmico. As quatro rodas motrizes não são permanentes como em qualquer SUV moderno, mas facilitam a condução em caminhos enlameados ou mais escorregadios.

- O modo Sport privilegia uma condução mais dinâmica, permitindo passagens de caixa mais rápidas e regimes de motor mais elevados do que no modo Auto. É neste modo que podemos atingir as prestações mais altas.
Ao ganho nos consumos junta-se um aumento do prazer de condução proporcionado pelo motor elétrico, através de uma grande suavidade de funcionamento. A caixa de velocidades associada ao motor térmico é uma caixa manual sequencial pilotada  de seis velocidades e a sua gestão eletrónica permite, em modo automático, ganhos significativos de consumo comparativamente a uma caixa de velocidades automática ou mesmo a uma caixa de velocidades manual clássica. O 3008 HYbrid4 vem equipado de série com o sistema Stop & Start de última geração, que permite a paragem do motor térmico durante as fases de paragem ou durante as fases de circulação do veículo em modo elétrico.
A nível de design exterior, as alterações não são significativas. Apenas destaco a integração de uma barra de LED nos faróis dianteiros, que asseguram a função de faróis diurnos. As jantes de 17 polegadas também são novas e exclusivas desta versão
Já no interior, uma das grandes novidades é o ecrã a cores de 7 polegadas, que nos informa em tempo real sobre o estado de funcionamento da cadeia de transmissão híbrida e o estado de carga da bateria.

No mostrador esquerdo do painel de instrumentos podemos também verificar a percentagem de potência utilizada ou recuperada durante as fases de travagem ou de desaceleração.
O painel de bordo é amplo, com comandos que ficam naturalmente à mão, uma consola ergonómica que delimita o território do piloto, tudo ligado a uma posição de condução alta e com excelente visibilidade. O habitáculo é extremamente luminoso devido ao enorme tejadilho panorâmico em vidro. Estão disponíveis inúmeros espaços para arrumação, tanto ao nível do piso traseiro como na consola central.
Em relação à bagageira, o 3008 HYbrid4 oferece uma capacidade de carga de 420 litros sob a chapeleira, dos quais 66 litros correspondem a espaços de arrumação sob o piso. A partir da bagageira um comando permite rebater num instante os bancos traseiros.
O sistema de navegação é de última geração (WIP Com 3D) e junta todos os trunfos dos sistemas de navegação existentes na marca, desde a função juke-box, GSM, leitor de DVD, Bluetooth e, ainda, um interface gráfico que materializa as construções das cidades em 'full 3D'.
Está disponível uma vasta oferta de acessórios high-tech, personalização, proteção e transporte.
O Peugeot 3008 HYbrid4 está disponível desde 36.090 euros.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras