Nas Bancas

003_dk12_theoribeiro_070698_altaa.jpg

D.R.

Hélder Rodrigues no Dakar: "É preciso ter noção dos perigos"

Arequipa, Peru, 12 de janeiro de 2012

12 de janeiro de 2012, 19:27

Olá a todos os leitoresda Caras que, assiduamente, seguem este espaço.
Já chegámos ao Peru. O bivouacfoi montado ao largo de Arequipa, uma das principais cidades deste país. Hojesó terei a companhia dos restantes pilotos, já que as equipas de assistênciaseguiram até Nazca, localidade que acolhe a próxima etapa do Dakar.

Mais uma vez, e como jávem sendo habitual, vamos encontrar areia. Amanhã, grande parte da especialserá composta por longos cordões de dunas que, à primeira vista, nos parecem todosiguais. Por isso, devemos ir com atenção redobrada. Aliás, quando rolamos nodeserto é necessária muita cautela porque é onde mais facilmente nos podemosperder. Sem dúvida, a navegação no deserto é uma das partes mais complicadas detoda a corrida. Inclusivé, porque em algumas etapas as referências do roadbookpodem ser escassas e os perigos mal assinalados ou simplesmente nem sequer sãoreferidos. Não nos podemos esquecer que o roadbook é feito por pessoas e, comoé natural, podem ter erros. Assim, a nossa intuição é essencial nestas alturas.Os rastos dos pilotos que seguem à nossa frente também ajudam.

A concentração é também umaimportante aliada para não nos enganarmo-nos e cairmos numa armadilha que nãoesperávamos. Durante cada etapa tento ao máximo ser cauteloso e nas pistas maisperigosas tento redobrar ainda mais a atenção. Acima de tudo é preciso ternoção dos perigos.
Um abraço
Hélder Rodrigues

003_dk12_theoribeiro_092156_alta.jpg

D.R.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras