Nas Bancas

Motores: Citroën C1 com novo design - pequeno, mas sem complexos

Um citadino de sucesso que ganha poder de sedução.

Redação CARAS
5 de janeiro de 2012, 17:52

Mais atrativo e ecológico. É desta forma que a Citroën descreve o 'novo' C1, que será apresentado no Salão de Bruxelas, no próximo dia 10, e deverá chegar a Portugal no início de março.

O novo C1 apresenta agora uma nova frente e um capot mais curto. As ópticas mantêm a forma arredondada, estando agora assentes nos pára-choques, inteiramente redesenhados, e integrando as luzes de nevoeiro e, sobretudo, as luzes diurnas de LED. Atrás, conserva-se o vidro traseiro que forma a totalidade da porta traseira. As tampas das jantes e as jantes de liga leve também foram renovadas, com destaque para a colocação de novos 'chevrons'.

O novo C1 será lançado com base numa cor específica: o 'Azul Botticelli'. Porém, existem muitas mais porpostas, opacas ou metalizadas, na palete de cores. No nível de equipamento Confort, o novo C1 apresenta uma faixa cromada na grelha.
O interior do mais pequeno dos Citroën também é sedutor. A parte inferior do painel de instrumentos, a consola central e os painéis das portas vão do cinzento ao preto e adotam também a mesma coloração da parte superior do painel de bordo. Nas versões de caixa pilotada o volante é de couro, já na versão de caixa manual é proposta uma nova manete da caixa de velocidades. O revestimento dos bancos também é feito com um tecido inédito. também continua a existir a opção couro/alcântara, que confere ao C1 um toque mais luxuoso e exclusivo.
A nível de equipamentos, o novo C1 está dotado de várias soluções modernas. Para o bem-estar a bordo, a oferta do rádio traz mais valor ao modelo. Está perfeitamente integrado no painel de instrumentos e está dotado do novo sistema de Audio CD com ‘Connecting Box’ (opcional a partir do segundo nível de equipamento e de série no Exclusive) permitindo a leitura de formatos MP3 e com a função Bluetooth. Oferece também entradas USB. Outras das novidades tecnológicas são as patilhas no volante, associadas à caixa de velocidades manual pilotada, ou ainda a ajuda ao estacionamento, disponível como extra.
O novo C1 é proposto numa motorização a gasolina de 68 cv. Com a caixa manual apresenta consumos na ordem dos 4,3l/100 km (percurso misto) e emissões de 99g de CO2/km. Já a caixa pilotada, bastante ágil para a cidade, são apresentados consumos de 4,5l/100km e emissões de 104g de CO2/km.

 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras