Nas Bancas

Motores: Ao volante do Clio e Twingo Gordini

Dois dignos herdeiros de uma herança desportiva importante na história da Renault.

Luís Cáceres Monteiro
9 de dezembro de 2011, 13:14

O nome Gordini obriga-nos a colocar a marcha atrás até 1967. Todos osleitores que gostam de automóveis recordam-se, certamente, das especiais doRali de Portugal em Sintra. 

A primeira edição do Rallye Internacional TAP, o nome da altura, foi ganhapelos portugueses Carpinteiro Albino e Silva Pereira ao volante do Renault 8Gordini.
Vivi diversas noites de festa e convívio com alguns amigos à espera que osmelhores pilotos do mundo desenhassem as curvas da serra de Sintra.Invariavelmente, escolhíamos a curva da água ou o salto da Peninha.

Markku Alen, Stig Blomqvist, Michele Mouton, Ari Vatanen, Timo Salonen,Massimo Biasion, Mikola, os portugueses Mêquêpê , Walter Röhrl,Joaquim Santos, Francisco Romãozinho ou Joaquim Moutinho, isto para referir apenas alguns dos maisconhecidos que venceram ou aceleraram a dar gás nas curvas de Sintra até 1986.

Estava a assistir ao rali na curva da água quando chegou a notícia doacidente com o Ford RS 200 da Diabolique. Joaquim Santos não conseguiu evitar ocontato com alguns espetadores mal colocados e do acidente resultaram trêsvítimas mortais e dezenas de feridos. O Rali de Portugal nunca mais voltou ater uma super especial em Sintra. 

No início da década de 70 a Renault decidiu dar descanso ao Gordini eapostou no poderoso Alpine.
O regresso dos herdeiros
As míticas listas brancas estão de regresso ao Renault Twingo Gordini R.S. eao Clio Gordini R.S. Diferentes por pertencerem a segmentos distintos e porserem equipados com motores com níveis de potência diferentes - bloco de 1.6litros e 133 cavalos para o Twingo e 2.0 litros e 203 cavalos para o Clio - mastendo em comum as características e o espírito que fizeram com que o mitoGordini perpetuasse até aos dias de hoje, ou seja, durante meio século!

Nascido em 1899, apenas um ano após a comercialização do primeiro automóvelRenault, Amédée Gordini cedo provou o seu génio para a mecânica. Depois de tersido mecânico de monolugares, Amédée Gordini desenvolveu os R8 Gordini queobtiveram o 1º, 3º, 4º e 5º lugar na edição de 1964 da Volta à Córsega. Doisanos mais tarde (em 1966), a versão 1300 serviu de base ao lançamento do TroféuGordini, com o R8 Gordini a fazer vibrar os amantes do desporto automóveldurante mais de uma década.
Para o renascimento do mito Gordini, a Renault recorreu com naturalidade àsua filial desportiva, a Renault Sport.

A mega campanha de publicidade com outdoors, espalhados um pouco portodo o lado, onde podemos ler a frase: "Deixa a tua marca". Nos diasque conduzi o Twingo e o Clio Gordini procurei ser discreto na forma deconduzir e não deixar grandes marcas no asfalto! Em ambos os casos, a posiçãode condução é excelente. A suspensão é durinha, como mandam as regras destetipo de automóveis com um cariz mais desportivo.

Confesso que gostei particularmente de tripular o pequeno Twingo GordiniR.S. Um "kart gigante" colado ao asfalto graças às jantes em alumíniode 17 polegadas. Caso o automóvel seja de cor branca todas as aplicações embranco, incluindo as listas da carroçaria, passam à cor cinzento metal (ocliente é que escolhe).
O espírito Gordini está bem presente no interior, tanto do Clio como doTwingo. Bancos em couro preto e azul com assinatura Gordini, volante em couropreto e azul com duas bandas brancas que marcam o "ponto 0", umaalavanca da caixa de velocidades com punho em azul e manete em metal comassinatura.

Na estrada, esta nova versão confirma que a Renault Sport fez bem o trabalhode casa. O chassis Cup do Twingo e do  Clio asseguram um comportamentodinâmico impecável e muito, muito divertido. O sistema de travagem é potente eresistente à fadiga com estribos Brembo e discos de grandes dimensões. Derealçar que todos os Gordini R.S. recebem uma placa numerada.
A venda destes dois modelos iniciou-se no passado mês de setembro. O TwingoGordini R.S. está disponível por 21.500 euros e o Clio Gordini R.S. por 29.950euros.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras