Nas Bancas

Motores: Ao volante do Porsche 911 Carrera GTS

O Porsche 911 GTS é um super desportivo agradável de conduzir no dia a dia. O som rouco do motor, situado na traseira, é bem audível, não incomoda. Acordamos para o sonho no momento em que abrimos a capota de lona.

Luís Cáceres Monteiro
29 de outubro de 2011, 00:33

A base do GTS ésemelhante ao Carrera S, no entanto, é mais largo, as vias estão otimizadas, osguarda lamas são mais encorpados. A suspensão é mais baixa, mais dura, eficaz.Não se julgue que conduzir um Porsche é complicado, antes pelo contrário, afacilidade de condução é surpreendente, claro que a responsabilidade é grande.Afinal estamos na presença de um carro que vale 140 mil euros.

A posição decondução é perfeita, está tudo no sitio, a começar pelo volante desportivorevestido a alcântara. O comportamento dinâmico é espetacular. As jantes negrasda RS Spyder de 19 polegadas, os pneus Bridgestone de baixo perfil, aspinças encarnadas que mastigam os enormes travões de disco ventilados.
O interior é umamaravilha. É incrível como um carro de "competição" pode ser ao mesmotempo luxuoso. Temos tudo, ligação para o telefone, sistema de navegação.

O bom gosto éconsensual. No interior, os lugares traseiros são simbólicos. A mala estásituada na frente do carro e, apesar de ser reduzida, dá para transportar duasmalas de viagem.
A suspensãoativa PASM varia entre o modo Normal, Sport e Sport Plus. É possívelcontrolar os diferentes sistemas de ajuda à condução, a dureza da suspensão, arigidez da caixa. Para o meu test drive tradicional de domingo de manhãescolhi como banda sonora os ZZ Top. Ligo o iPod ao GTS (um opcional que custa345 euros), acelero a bom ritmo ao som do tema Sharp Dressed Man. Umclássico!
O  motor éum 3.8 litros com seis cilindros opostos de 408 CV que mesmo no modo normalimpõe respeito. A gestão do motor foi alterada - em relação ao bloco que equipao Carrera S com 385 CV - para trabalhar acima das 8000 rpm. A velocidade máximaanunciada é de 306 km/h.  Procurei não ultrapassar o limite máximopermitido por lei. As multas estão caras, a gasolina também, e nunca conseguibaixar dos 10 litros para percorrer 100 quilómetros. As acelerações sãopoderosas. O GTS demonstra toda a sua raça no modo Sport Plus. É precisoter tino e mãozinhas.O binário de 420 Nm não deixa margem para dúvidas, estamosna presença de um bólide selvagem, um exercício de condução no seu estado maispuro, um  carro exclusivo criado para cortar a respiração dos condutoresmais afoitos! Os engenheiros da marca anunciam 4,6 segundos dos 0 aos 100 kms.
Fiqueisurpreendido com a forma segura como o Porsche 911 GTS curva e também aeficácia na travagem. A tração é traseira, a caixa manual de seis velocidades éde série. Opcionalmente, temos a possibilidade de escolher a caixa automáticaPDK com dupla embraiagem e sete velocidades que vale bem a pena mas que custapraticamente 4.000 euros. O Porsche 911 GTS que conduzimos tem um valoranunciado de 138.068 euros.
O novo Porsche 911 foi revelado ao mundo na edição mais recentedo Salão Automóvel de Frankfurt. Chega aos principais mercados europeus nopróximo dia 3 de Dezembro. 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras