Nas Bancas

users_0_10_opel-astra-4506.jpg

Opel

CARAS Motores: Ao volante da Opel Astra Sports Tourer

A nova carrinha compacta da Opel partilha o ADN e o design com o Insígnia e ganha a denominação Sports Tourer

Luís Cáceres
15 de março de 2011, 20:11

FOTOS: Opel


A nova carrinha Astra é uma das boas notícias do ano de 2011. Os leitores mais ligados ao mundo automóvel recordam-se certamente do modelo Olympia Rekord Caravan lançado em1953 (ver a foto deste modelo na nossa galeria de imagens).

A nova carrinha da marca alemã possui linhas mais consensuais. Recordo que a Astra Caravan conquistou centenas de clientes apesar das linhas vincadas. Durante muito tempo foi uma das carrinhas do segmento médio que melhor enfrentou a hegemonia da Renault Mégane.

Está-se bem a bordo! O habitáculo está agora bem mais acolhedor. Espaço não falta e temos diversos locais para arrumação, nomeadamente as bolsas nas portas, uma consola central, um porta-luvas de grandes dimensões e uma gaveta para arrumação sob o banco do condutor.

O tablier é envolvente mas a consola central sofre do mesmo mal que o "primo" Insígnia ao disponibilizar botões a mais. Eu sei que os portugueses adoram botões, ao melhor estilo de um cockpit de avião. Na minha opinião o funcionamento dos diferentes comandos e menus deve ser simplificado.

A sensação de espaço e movimento é sublinhada por uma consola central de plano inclinado, que flui do painel de instrumentos até à base da alavanca da caixa de seis velocidades.

A capacidade de carga aumentou para os 1550 litros. Não posso deixar de elogiar o funcional e prático sistema FlexFlod que rebate as costas dos bancos traseiros mediante o simples toque numa tecla colocada no porta bagagens. Cada uma das partes das costas dos bancos traseiros rebatíveis a 60/40 é automaticamente desbloqueada e baixada. Deixa de ser necessário dar a volta ao automóvel para baixar separadamente as costas de cada banco.

CARAS Motores: Ao volante da Opel Astra Sports Tourer
Opel

O comportamento dinâmico também é substancialmente diferente para melhor. Um dos maiores problemas da anterior geração era a dureza da suspensão para quem viajava nos lugares traseiros. A suspensão traseira integra agora uma combinação de eixo de torção composto e paralelogramo de Watt. Este conceito suporta melhor as forças laterais nas curvas, dotando o automóvel de elevada maneabilidade, sem comprometer a estabilidade e melhorando o conforto.

O sistema FlexRide ajusta o amortecimento da suspensão de forma contínua, adotando as melhores regulações para as condições do piso e o tipo de condução em cada momento. O modo ' Standard', automático, proporciona toda a amplitude de ajustes disponível. Nos modos 'Sport' e 'Tour', selecionados pelo condutor, o sistema aplica a gama de regulações mais desportiva ou mais confortável.

A gama da Astra Sports Tourer em Portugal integra seis motores - três a gasolina (1.4, 1.4 Turbo e 1.6 Turbo) e três turbodiesel (1.3 CDTI, 1.7 CDTI e 2.0 CDTI). Todos estão acoplados a transmissões de comando manual com cinco ou seis

A caixa automática de seis velocidades Active Select, com controlo eletrónico, está disponível como opção para os motores 1.4 Turbo, 1.6 Turbo e 2.0 CDTI.

Conduzi a versão 1.7 CDTI que na minha opinião é a mais equilibrada. Consegui consumos médios de sete litros para percorrer 100 quilómetros, em percurso extraurbano. O 1.7 CDTI debita 125 CV de potência máxima e um binário máximo de 280 Nm. O motor é algo ruidoso no trabalhar a frio, de qualquer forma, após atingir a temperatura ideal consegue subir as estradas mais sinuosas sem abusar da caixa de velocidades.

A Opel definiu dois níveis de equipamento para a nova station wagon - Enjoy e Cosmo. O equipamento de série é completo logo a partir da versão Enjoy, incluindo já ar condicionado, quatro vidros elétricos, fecho centralizado de portas com comando à distância, computador de bordo, rádio-leitor de CDs compatível com MP3, programador de velocidade e espelhos de regulação elétrica. A versão Cosmo, adiciona de série elementos como travão de estacionamento elétrico, bancos forrados a couro e tecido, sistema de som com sete altifalantes, jantes de liga leve de 17 polegadas, faróis de nevoeiro, e sensores de chuva e de faróis.

Para além do conforto, também ao nível da segurança a Sports Tourer está bem equipada com Airbags frontais, airbags laterais, airbags de cortina, encostos de cabeça ativos e controlo eletrónico de estabilidade.


CARAS Motores: Ao volante da Opel Astra Sports Tourer
Opel

O Opel Astra Sports Tourer mais barato custa 21.300 euros. Refiro-me à versão 1.4 Enjoy a gasolina com 100 CV de potência. A versão diesel mais acessível é a 1.3 CDTI Enjoy de 95 CV que vale 23.800 euros. A carrinha que conduzi possui o nível de equipamento Cosmo e o motor 1.7 CDTI e custa 27.500 euros.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras