Nas Bancas

peugeot28.jpg

Ao volante do novo Peugeot 508

Um automóvel de linhas simples, mas elegantes, destinado a condutores exigentes, que não abdicam de conforto e boas prestações.

Pedro Amante
23 de fevereiro de 2011, 04:20

FOTOS: Pedro Amante e Peugeot


O sol que nos aguardava na chegada à cidade espanhola de Alicante fazia antever um excelente dia de ensaios. Estrada seca e temperatura amena para contatar pela primeira vez com o novo Peugeot 508, modelo com que a marca francesa pretende alcançar, senão mesmo ultrapassar, os modelos que lideram este segmento, todos eles pertencentes à apelidada 'armada alemã', que integra modelos como Audi A4, Mercedes Classe C e BMW série 3. Porém, parece-nos que os seus principais rivais serão o Volkswagen Passat e o Opel Insígnia.
Na zona portuária de Alicante, onde estava instalada a base destes ensaios, deu de imediato para perceber o cuidado estético que a Peugeot conferiu a este modelo, disponível nas versões berlina e SW, e com seis motorizações, que vão desde o 1.6 VTi 120 cv ao topo de gama 2.2 HDi de 204 cv, que recebeu a denominação de GT.
Depois do habitual briefing, chegava então a hora de sair para a estrada com o 508, o modelo com que a marca francesa apresenta novas ambições no segmento Médio Superior e espera continuar a enriquecer a sua oferta no nosso país. O 508 vem substituir o 407 e, para já, o 607, uma vez que a marca ainda não anunciou qualquer substituto para este modelo. É mais do que notório que a Peugeot está a mudar a sua imagem, apostando numa maior qualidade, eficiência, requinte e prazer de condução e isso nota-se logo após os primeiros quilómetros com o 508. Percebe-se de imediato um salto considerável em relação ao 407 em quase todos os aspetos e convém realçar a boa oferta de preços.

Ao volante do novo Peugeot 508
Pedro Amante



1.6 THP 156 cv

Começamos o nosso ensaio com o 508 1.6 THP de 156 cv na versão SW. Pouco mais de 100 Km por uma estrada com alguns troços de montanha rumo à pitoresca localidade alicantina de Biar. À primeira impressão, notamos que este motor a gasolina responde perfeitamente às exigências do percurso através da caixa manual de seis velocidades. Quanto a consumos, a marca anuncia valores de 9.3/5.0/6.5 (urbano/estrada/misto), mas para baixar dos 7 (l/100 Km) é preciso adotar uma condução moderada e seguir o indicador de marcha recomendado. Em relação a preços, esta motorização está disponível na versão Active, a partir de € 31.950,00; e na versão Allure, a partir de € 33.450,00. Para a berlina, os valores apresentados são de € 30.350,00 para a versão Active, e € 31.850,00 para a versão Allure. A caixa automática está disponível por mais € 1.800,00.



2.2 HDi 204 cv GT

Depois de uma pausa em Biar, tínhamos à nossa espera o topo de gama deste modelo. O novo 2.2 HDi de 204 cv vem coroar a gama numa versão GT, com equipamentos específicos e um motor que desenvolve performances superiores ao antigo V6 2.7 HDi utilizado no 407. Os consumos e emissões de CO2 também foram reduzidos: -33% com um CO2 de 150g/Km, contra 223g/Km no 407 V6 HDi. A evolução a nível de performances está associada à nova caixa de velocidades automática AM6 e não há dúvida de que este é o motor mais rápido da gama 508. Os tempos de passagem de caixa foram otimizados para assegurar recuperações muito rápidas devido, por exemplo, à adoção de um bloco hidráulico de comando direto e a uma estratégia eletrónica que melhora as reduções múltiplas. Em modo 'Sport', uma calibração especifica melhora substancialmente a rapidez das passagens de caixa em comparação com o modo 'Drive'. Em modo sequencial, dispomos de comandos no volante para aumentar o prazer de condução, mas também temos a opção de utilizar a alavanca de velocidades passando a caixa manualmente através de impulsos. Falando de consumos, num percurso de aproximadamente 140 Km, não baixámos dos 8. Porém, os valores apresentados pela marca são: 8.1/4.7/5.9 (urbano/estrada/misto). A estrela da companhia da gama 508 está disponível a partir de € 48.550,00.



508 1.6 e-HDi 112cv

Depois de quase 250 km por estradas alicantinas, no segundo dia de ensaios optámos por um percurso citadino, não só para ficar a conhecer um pouco a cidade de Alicante, mas, acima de tudo, para conduzir aquela que, arriscamos dizer, será a versão com mais sucesso no mercado português. Falamos do 508 1.6 e-HDi de 112 cv.


Neste modelo a Peugeot inaugura a tecnologia e-HDi, um sistema

Stop&Start

de última geração, rápido, eficaz e silencioso. A este motor diesel é associada uma caixa manual pilotada de 6 velocidades e o condutor dispõe de comandos no volante para uma melhor gestão dos consumos. Este sistema

Stop&Start

desliga o motor sempre que circulamos abaixo do 8Km/h, para voltar a ligar basta que pisemos o acelerador.


É, sem dúdiva, um automóvel bastante agradável de conduzir, o funcionamento do motor é excecional e é impressionante a sua suavidade. Segundo os dados apresentados pela marca, este sistema permite poupar 15% de combustível em cidade. O consumo médio apresentado situa-se nos 4.7l/100km, um valor bastante convidativo. Falando de preços, a berlina, carroçaria que testámos, começa nos € 29.550,00, na versão Access; passa para € 30.550,00, na versão Active; e termina com € 32.050,00, na versão Allure. Para o SW, os valores apresentados são os seguintes: € 30.850,00 para o Access, € 32.150,00 para o Active, e € 33.650,00 para o Allure.



Por testar ficou a versão 2.0HDI 140cv, bastante equilibrada na relação qualidade/potência/preço, com valores entre € 33.550,00 (berlina) e € 36.650,00 (SW). Para 2012 está previsto o lançamento de uma versão híbrida.



ESTÉTICA

A nova imagem da Peugeot é visível em qualquer ângulo e o 508 apresenta uma identidade visual forte e requintada. À frente, o emblema da marca tem lugar de destaque, embutido na extremidade de um longo capot em alumínio. Por baixo do leão, de salientar a grande 'boca', que funciona como entrada de ar. O olhar felino dos faróis também foi alvo de grande atenção por parte dos estilistas e brinda-nos com uma excelente iluminação. Nas versões equipadas com faróis bi-xénon direcionais estão implantados 'canhões de Leds', que permitem um reconhecimento visual imediato , tanto de noite, como de dia. Os faróis traseiros apresentam três 'garras' vermelhas, também com tecnologia LED. Nas versões mais potentes, a traseira é também marcada por duas saídas de escape.


Lateralmente, o 508 é marcado pelas superfícies vidradas em cromado acetinado e na carroçaria SW é de salientar o enorme tejadilho panorâmico em vidro na continuidade do pára-brisas.


O 508 apresenta um comprimento de 4,79m na berlina e 4,81m no SW, mais 10 cm que o seu antecessor 407. A título de comparação, é mais comprido, mais largo e mais baixo que o novo Volkswagen Passat. Pode apresentar jantes de 17 a 18 polegadas.






INTERIORES

A nível de interiores o 508 também surpreende pela positiva. A marca apostou em materiais de qualidade e poucos plásticos duros, apenas utilizados em zonas mais escondidas. Todas as superfícies são bastante homogéneas e agradáveis ao toque. A distância entre eixos aumentou em 10cm, logo, existe mais espaço para os ocupantes traseiros. Os bancos, com regulação elétrica, estão disponíveis em pele, tecido, ou na conjugação dos dois materiais.


De destacar uma vasta oferta de equipamentos

high Tech

, como por exemplo, o sistema 'Head-Up Display' a cores, com informação também no écran de navegação; o assistente automático de máximos; o acesso e a ligação 'mãos livres'; a medição do espaço disponível para estacionar; a climatização em quatro zonas; massagem lombar elétrica para o condutor; assentos dianteiros reguláveis em comprimento; travão de estacionamento elétrico automático, assistência de arranque em rampa (Hill Assist); sistema Hi-Fi JBL.


Estes equipamentos estão disponíveis em série ou em opção em função dos níveis de equipamento. O ambiente também foi particularmente trabalhado a nível de acústica e o silêncio a bordo é uma referência do 508.

Ao volante do novo Peugeot 508
Peugeot
Ao volante do novo Peugeot 508
Peugeot


Fabricado em França e na China, o Peugeot 508 é lançado em Portugal no próximo dia 11 de Março. É um automóvel de linhas simples, mas elegantes, destinado a condutores exigentes, que não abdicam de conforto e boas prestações. Um modelo que nos deixou muito bem impressionados.



Ao volante do novo Peugeot 508
Peugeot

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras