Nas Bancas

Ao volante do BMW Série 3 Cabrio

O Verão é a época do ano ideal para desfrutar da liberdade de conduzir um bom descapotável

Luís Cáceres
25 de agosto de 2010, 09:48

Desta vez peguei no Série 3 cabriolet para deslizar ao sabor do vento até ao Algarve. A previsão de sol e bom tempo convidam a abrir a capota.

Estacionei na primeira área de serviço após a ponte 25 de Abril. Aciono o botão e a capota rígida retrátil abre-se em 24 segundos, o sol inunda de imediato o habitáculo.

Conduzir sem capota em autoestrada não costuma ser muito agradável devido ao ruído dos outros automóveis, ao vento que invade o carro a partir dos 100 km/h, e, claro, as questões de segurança. Não são poucos os casos de alguns carros atingidos por objetos estranhos nas nossas estradas.

Ao volante do BMW Série 3 Cabrio

A intenção era fazer apenas 60 quilómetros sem capota, até perto de Alcácer, transportava mais três pessoas e o vento costuma tornar as viagens pouco agradáveis para os passageiros dos lugares traseiros. Primeira surpresa, viajo a 100 km/h e conseguimos conversar relativamente bem. O coeficiente de atrito foi reduzido em 3,5%, em comparação com o anterior modelo. O BMW Série 3 Cabrio é um dos descapotáveis mais bonitos da atualidade. Viajamos numa versão 320 D de cor azul, estofos em pele creme, o sistema i-drive muito funcional a gerir o sistema de navegação, agradável à vista e ao coração.

Ao volante do BMW Série 3 Cabrio

O motor deste 320d debita uma potência de 184 CV e um binário de 380 Nm. É muito agradável de conduzir nas diferentes faixas de regime e o "Cruise-control" é fácil de utilizar e excelente auxiliar de condução. Consegui consumos médios de 6,2 litros. O espaço para bagagem é de 260 litros.

Ao volante do BMW Série 3 Cabrio

O comportamento dinâmico do Série 3 Cabrio é exemplar ao que não será alheia a boa distância entre-eixos, um chassis ultra eficaz, e a direção assistida elétrica apoiada por um motor elétrico. Enquanto o convencional sistema hidráulico utiliza uma bomba que tem de ser permanentemente alimentada pelo motor, a direção assistida eletromecânica só consome energia quando o condutor aciona realmente o volante.

Ao volante do BMW Série 3 Cabrio

A condução dinâmica em estrada transmite-nos uma sensação de segurança a cada passagem de caixa. No caso da versão que conduzi o Série 3 cabrio encontrava-se munido de uma caixa de velocidades manual de seis velocidades.

Em autoestrada, optei por utilizar o "Cruise Control" mantendo uma velocidade estável e a habitual distância de segurança em relação ao veículo que segue à frente. O "Cruise Control" ativo de velocidade calcula o ângulo da curva, com base nos dados fornecidos pelo DSC e pelo sistema de navegação.

Ao volante do BMW Série 3 Cabrio

O BMW Série 3 Cabriolet mais acessível equipado com o motor 2 litros a gasolina custa 51.761 euros. A versão 320d está à venda a partir de 55.419 euros. O Série 3 Cabrio M vale quase 117 mil euros.

A sessão de fotos com o BMW Série 3 Cabriolet aconteceu na Quinta do Lago.

Ao volante do BMW Série 3 Cabrio
CARAS

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras