Nas Bancas

users_308_30831_lancer-caras-5-2669.jpg

Experimentámos o Mitsubishi Lancer Sportback

Numa altura em que fugimos das áreas de serviço como o diabo da cruz, conduzimos um automóvel económico, bem equipado e com um preço acessível.

Luís Cáceres
28 de abril de 2010, 23:57

O Mitsubishi Lancer Sportback é o nosso convidado desta semana.


Escolhemos a versão equipada com o motor 1.5 litros, uma potência de 109 CV, que consome gasolina sem chumbo.


Um automóvel racional, bem equipado, com uma qualidade interessante, consumos médios de 6,3 litros e um preço de 20.650 euros.


Experimentámos o Mitsubishi Lancer Sportback

A traseira deste Sports Sedan não possui um estilo consensual, é verdade, mas não fique com a impressão que este é um automóvel a pensar exclusivamente nos "nuestros hermanos espanhóis" que adoram este tipo de berlinas.


A Mitsubishi lançou primeiro as versões de cinco portas, com motorizações de 1.8L a gasolina e 2.0L a diesel, respectivamente com 143 CV e 140 CV, no entanto, apesar da "dieselização" do mercado português, faltava uma motorização mais ajustada ao nosso país.


Experimentámos o Mitsubishi Lancer Sportback

Com uma carroçaria desenhada pela equipa da Mitsubishi Design Europe, sobressaem pormenores da família Lancer como a grelha desportiva em formato "Jet Fighter", desta vez com uma entrada de ar a negro e uma moldura cromada que o diferencia do Lancer Sports Sedan e segue a linha desportiva do Evolution.


O Lancer concebido na fábrica japonesa de Mizushima destaca-se por um habitáculo espaçoso e um equipamento de série acima da média. A capacidade de carga da bagageira é de 344 litros.


Experimentámos o Mitsubishi Lancer Sportback

O comportamento dinâmico acaba por ser bastante eficaz. Ao volante sentimos confiança logo desde os primeiros quilómetros. Curva bem, sem sobressaltos, a direcção é directa e o volante possui uma boa pega. A suspensão dianteira é tipo "McPherson" e a da traseira é independente "multi-link".


Gostei do comportamento dinâmico, uma agradável surpresa! Geralmente não confio muito nas oscilações repentinas da carroçaria deste tipo de berlinas, no caso do Lancer Sports Sedan tudo acontece de uma forma previsível. Na maioria das situações é possível conduzir de uma forma descontraída, sem penalizar o conforto dos ocupantes.


Experimentámos o Mitsubishi Lancer Sportback

O automóvel que pode ver nas imagens possui jantes de liga leve de 16 polegadas, montadas em pneus 205/60 R16.


Entre o equipamento de série destaque para os sete airbags (o Lancer Sports Sedan conseguiu as cinco estrelas para a protecção de ocupantes nos testes do consórcio independente EURONCAP), incluindo airbag para os joelhos do condutor de série, ABS, EBD, ESP e Assistência à Travagem.


Experimentámos o Mitsubishi Lancer Sportback

O sistema de som com Rádio / CD (compatível com MP3) possui comandos no volante, controlo automático dos faróis e limpa pára-brisas com sensores de chuva. Os sensores de estacionamento traseiros são um opcional e valem 290 euros.


O Lancer Sportback está disponível em Portugal a partir de 20.650 euros.


Experimentámos o Mitsubishi Lancer Sportback

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras