Nas Bancas

Kia Venga

Conduzimos o novo monovolume compacto da Kia.

Luís Cáceres
22 de março de 2010, 10:25

A partir desta semana está à venda o novo pequeno familiar da Kia, depois, no próximo mês de Outubro, chega aos concessionários o SUV Sportage apresentado recentemente no Salão Internacional do Automóvel de Genebra.

Os responsáveis da Kia Motors portuguesa confirmam que o novo Picanto inicia as vendas em Janeiro de 2011.

Uma gama renovada - o primeiro a chegar foi o Sorento - aguardando-se ainda versões movidas a GPL e a electricidade ao longo de 2011/2012.

O segmento B tem ganho gradualmente um espaço próprio. Refiro-me ao mercado dos pequenos monovolumes onde surge o Venga para concorrer com carros como o Citroën C3 Picasso, Renault Modus, Opel Meriva, Nissan Note e o Ford Fusion.

Este é um automóvel de cinco portas desenhado a pensar no mercado europeu e promete conquistar um público jovem. Posição de condução elevada que permite uma boa visibilidade sobre a estrada, possui diversos espaços para guardar os pequenos objectos do dia a dia.

Kia Venga

A grelha frontal "Tiger Nose" que encontramos no Cee'd está igualmente presente no Kia Venga. O desenho do carro é da responsabilidade do designer alemão Peter Schreiner, o responsável pelo Audi TT. Desenhado, concebido e fabricado na Europa, com 4.068 mm de comprimento, caracteriza-se por uma distância entre eixos de 2.615 mm e por uma linha de tejadilho com 1.600 mm de altura, dimensões estas destinadas a maximizar o espaço no habitáculo.

A acessibilidade ao interior é exemplar, ideal para pessoas com mobilidade reduzida. Em auto-estrada escutamos alguns barulhos aerodinâmicos fruto do formato da carroçaria. Um fenómeno típico na maioria dos monovolumes.

Kia Venga

Em Portugal, os consumidores poderão escolher entre uma versão do motor a gasolina de 1.4 litros de 90 CV de potência ou o novo bloco 1.4 CRDi diesel com dois níveis de potência(75 e 90 CV).

O Kia Venga está disponível em três níveis de equipamento (EX Gasolina e EX e TX Diesel).

Todos os Venga estão equipados com banco traseiro deslizante, divisível a 60/40 e que pode ser rebatido até à horizontal, criando um vão de carga espaçoso. Dependendo do modelo, poder-se-á dispor de tecto de abrir panorâmico deslizante.

O piso da bagageira de dois níveis aumenta o volume total para 570 litros (552 litros, mais 18 litros na plataforma sob o piso).

Kia Venga

A versão 1.4 CRDi diesel de 90 CV acaba por valer bem a diferença de preço quando comparada com a 75 CV (2.000 euros de diferença).

A verdade é que o Venga 1.4 CRDI de 75 CV tem alguma dificuldade em ganhar alma. Apenas consegue "puxar" o peso de 1800 kg a partir das 2.000 rpm. A juntar a este elemento, a versão 1.4 de 75 CV possui caixa de cinco velocidades nas versões LX e EX, enquanto que a unidade mais potente já oferece caixa de seis relações. De qualquer forma, para quem pretende um carro para fazer uma condução descontraída, o Venga diesel de 75 CV acaba por ser uma boa proposta pela relação preço/equipamento

Kia Venga

Uma última nota para os consumos da versão 1.4 diesel de 75 CV. Apesar do sistema Start/Stop "ajudar a poupar nos semáforos", nunca consegui baixar dos 6,1 litros para percorrer 100 km. Um valor justo para um automóvel com apenas 360 quilómetros de estrada.

Todos os Kia Venga estão equipados de série com Controlo Electrónico de Estabilidade (ESC) conjugado com o Sistema de Controlo de Tracção (TCS) em todas as velocidades e com Sistema de Assistência à Travagem (BAS).

Preços do Kia Venga:

1.4 LX ISG - Gasolina (90 CV) - 15.490 euros 1.4 EX ISG - Gasolina (90 CV) - 16.490 euros 1.4 LX ISG - Diesel (75 CV) - 17.490 euros 1.4 EX ISG - Diesel (75 CV) - 18.490 euros 1.4 TX ISG - Diesel (90 CV) - 20.490 euros

A actriz Carla Salgueiro é a embaixatriz do Kia Venga
A actriz Carla Salgueiro é a embaixatriz do Kia Venga
Kia Venga
Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras