Nas Bancas

BMW Z4: Ao volante de um dos desportivos mais bonitos da actualidade

Conheça a nova rúbrica do nosso site e descubra um novo automóvel a cada semana.

Luís Cáceres
17 de setembro de 2009, 13:00

Se há coisas difíceis na vida de um jornalista que gosta de automóveis é ser convidado para conduzir um BMW Z4. Entrar a bordo do novo "roadster" de dois lugares da BM é como reencontrar o primeiro amor. Aproximo-me sem receio, no bolso levo o habitual Ipod carregado de música com guitarristas virtuosos. Os bancos de pele envolvem-me, carrego no botão "Start" e o cantar rouco do motor com 306 CV de potência e 3.0 de cilindrada dão-nos as boas vindas. Uaauuuuuu! Isto promete.


O design não deixa dúvidas de que estamos na presença de um puro-sangue que gosta mais de andar depressa do que devagar. A frente longa e estilizada, a traseira curta, esteticamente ainda mais bonita do que a da geração anterior e, para a sobremesa...umas vistosas jantes de 19 polegadas calçadas com uns Bridgestone Potenza.


BMW Z4: Ao volante de um dos desportivos mais bonitos da actualidade

Confortavelmente sentados podemos escolher a suspensão no modo - Normal - ou em alternativa seleccionar - Sport ou Sport +. Decido fazer os primeiros quilómetros de capota fechada no modo normal. O tempo está bom e aproveito a hora de almoço para ir até ao Guincho dar um passeio. Rezo para não encontrar turistas espanhóis a conduzir apenas com uma mão no volante e a outra a apontar para o mar. Encosto para abrir a capota, tudo se processa com rapidez. O BMW Z4 que conduzo está equipado com uma eficaz caixa automática sequencial de sete velocidades com patilhas no volante.


Na Quinta da Marinha os 306 cavalos do BMW Z4 encontraram um primo
Na Quinta da Marinha os 306 cavalos do BMW Z4 encontraram um primo

Pé no acelerador, primeira e meio gás, segunda a fundo, o controlo de tracção acende a luz laranja no conta-quilómetros, tudo controlado, terceira, quarta, e recebo a primeira injecção de adrenalina. Colado ao banco de cabelo ao vento, o som do motor dispensa qualquer banda sonora. Ultrapasso dois ou três carros com turistas espanhóis a alta velocidade, um autêntico TGV.


BMW Z4: Ao volante de um dos desportivos mais bonitos da actualidade

Primeiras curvas a subir para o Cabo da Roca, a tracção traseira do roadster ajuda-me a desenhar as trajectórias a compasso. Uma maravilha! Decido estacionar na Praia Grande para beber um refresco com vista para o mar. Na mesa ao lado um grupo de estudantes lança piropos ao carro, metem conversa comigo, explico-lhes que não jogo futebol em nenhum clube inglês, que não toco numa banda de Rock, que sou um simples sortudo a quem coube a difícil missão de ensaiar um dos desportivos mais bonitos da actualidade.


BMW Z4: Ao volante de um dos desportivos mais bonitos da actualidade

No regresso a Lisboa, decido fazer alguns quilómetros de auto-estrada. O BMW Z4 rapidamente atinge os 200 km/h. A suspensão no modo Sport + não é excessivamente seca e contribui para um conforto pouco habitual neste tipo de automóveis. Por vezes o comportamento desportivo é optimizado e o conforto dos passageiros penalizado.


BMW Z4: Ao volante de um dos desportivos mais bonitos da actualidade

A responsabilidade de conduzir um automóvel que vale 69.000 euros é grande. No caso da versão em causa tinha mais 18.600 euros de opcionais. Tudo o que possam imaginar: bancos desportivos em pele, controlo automático de estacionamento à frente e atrás, controlo de iluminação em curva, sistema de navegação profissional, sistema de som com leitor de DVD para seis CD's, deflector de vento, enfim, tudo a que temos direito. Ou seja, o BMW Z4 que tinha nas mãos custava 90.000 euros.


BMW Z4: Ao volante de um dos desportivos mais bonitos da actualidade

No caso da gama disponível no mercado português existem versões mais acessíveis. O acesso faz-se através do motor 2.3i de 204 CV, que sem opcionais custa 46.100 euros, podemos optar ainda pela versão com o bloco 3.0i de 258 CV, a partir de 62.600 euros, e, depois, o "meu" 3.5i de 306 CV de potência.


BMW Z4: Ao volante de um dos desportivos mais bonitos da actualidade
BMW Z4: Ao volante de um dos desportivos mais bonitos da actualidade
Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras