Nas Bancas

Como combater os efeitos da menopausa na nossa pele

As alterações hormonais desta fase afectam também a nossa pele, mas há hábitos e formas de recuperar a elasticidade.

CARAS
23 de abril de 2019, 15:56

A menopausa corresponde a uma etapa de grandes alterações na vida de uma mulher. As alterações daí decorrentes afetam sobretudo a elasticidade da nossa pele, mas os hábitos que ajudam a menorizar estes efeitos do tempo devem começar antes, num estilo de vida saudável, que tenha em atenção os seguintes fatores:

- O stresse: preocupações em excesso, ansiedade e cansaço são os responsáveis por grandes atentados às células do corpo. Um estado de stress crónico enfraquece o sistema imunitário, ficando o organismo mais vulnerável a várias doenças.

- O sol: os raios ultravioleta afetam as células responsáveis pelo fabrico do colagénio e elastina, duas proteínas que dão sustentação à pele;

- A vida sedentária: a lista de contraindicações que este estilo de vida apresenta é incontável. Menos agilidade, flexibilidade e força, acumulação de gordura no corpo, perda de reflexos, risco acrescido de doenças como a osteoporose, falta de oxigenação e problemas cardíacos e pulmonares são apenas alguns deles.

- Os radicais livres: estas moléculas formam-se normalmente no nosso organismo e são responsáveis pelo reumatismo e certas formas de cancro. O tabaco, a poluição, os raios solares e uma alimentação desequilibrada são responsáveis pelo seu aumento.

Na altura da menopausa, as necessidades da sua pele mudam, e aí é altura de adaptar os cuidados diários às transformações decorrentes desta fase.

Durante a menopausa dá-se no nosso organismo um declínio de certas hormonas, caso da DHEA. Até 90% desta hormona-chave desparece durante e gera consequências na pele nomeadamente o aumento das rugas, a redução da elasticidade e a diminuição da espessura e da renovação da epiderme. Além disso, a pele perde 3'% do colágeno e 1,5% de elastina a cada ano.

Os impactos na pele são manifestados quer no pescoço como nos contornos do rosto. O processo natural significa que a pele apresenta necessidades especificas, que podem ser encontradas numa rotina diária de cuidados de rosto que aposte em cremes para peles maduras e que não esquecem o pescoço.

Uma sugestão é a gama Complexo Reequilibrante, da Vichy, nomeadamente os cremes Neovadiol Dia e Noite, ricos em ativos anti-idade e ácido hialurónico, e o Neovadiol Phytosculpt, também da Vichy, com ação remodeladora para o pescoço e contornos do rosto.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras