Nas Bancas

JNS-MA-04.jpg

'Vida sem cáries', por João Espírito Santo

No âmbito do passatempo Sorria.pt, João Espírito Santo, diretor clínico da Medical Art Center, escreve semanalmente no site da CARAS sobre a saúde oral.

CARAS
11 de setembro de 2013, 17:47

O conceito de cáriemudou ao longo dos anos. Inicialmente era considerado cárie quando existia uma"cratera" num dente. Hoje em dia esse conceito está completamenteultrapassado a cárie pode ser diagnosticada e tratada numa fase inicial muitoantes de aparecer um buraco ou até mesmo de dar dor.
A dor num dente surge, muitas vezes, quando se forma umacavidade. Mas, numa fase inicial, as cáries não têm sintomas e as suas lesõesnão são visíveis pelo doente. O que não quer dizer que não estejam lá. A progressão da destruição “invisível” causada pela cáriepode ser interrompida se for tratada atempadamente. Só as visitas regulares aum dentista permitem a deteção do desenvolvimento de uma cárie.
A cárie pode aparecer em qualquer idade. A destruição dodente atraves da cárie pode afetar a qualidade vida, pois a mastigação e oequilíbrio estético podem ser prejudicados.

As temíveis dores surgem com a evolução da cárie uma vezque há destruição dos tecidos dentários, do esmalte e a dentina podendo atingirrápida ou lentamente os vasos e nervos (polpa) do dente.
As dores começam por ser agudas e espaçadas, mas evoluempara dores permanentes e de grande intensidade. Muitas vezes não se consegueidentificar o dente em causa já que esta dor pode estar por todo um ladoda boca ou concentrada numa determinada zona. Se não for tratado a tempo a cáriepode ser de tal forma grande que o dente pode ter que ser desvitalizado o que émais demorado e mais dispendioso.
Nem todas as manchas escuras deum dente significam que existe uma lesão ativa de cárie.

Os dois tipos de cáries maiscomuns são as da coroa dos dentes e as da raiz. As primeiras ocorrem tantoem crianças como em adultos. As radiculares surgem principlamente em idadesmais avançadas
Existem também as “cáries debiberão”, causadas pela recorrente e demorada exposição dos dentes dos bebés aalimentos que contêm açúcares ou seus derivados (por exemplo, o leite, as papasou os sumos de fruta). Naverdade, desde que surge o primeiro dente, uma boa higiene oral é o métodopreventivo mais eficaz na prevenção das cáries, aliada a uma consulta semestralcom o Médico Dentista.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras