Nas Bancas

JNS-MA-20.jpg

'A saúde oral na gravidez', por João Espírito Santo

No âmbito do passatempo Sorria.pt, João Espírito Santo, diretor clínico da Medical Art Center, escreve semanalmente no site da CARAS sobre a saúde oral.

João Espírito Santo
28 de agosto de 2013, 12:33

Lá diz o ditado popular que "o que é bom para o ventre émau para o dente".
O melhorconselho para uma mulher que pensa engravidar é visitar o seu médico dentistapara uma consulta de rotina e tratar qualquer problema oral antes de ficargrávida.

Seja qual for a fase da gravidez, oimportante para a futura mãe é reforçar os cuidados de higiene oral,certificar-se de que o médico dentista sabe que está grávida e manter asconsultas de acompanhamento.

Durante a gravidez, os seus dentes precisam de uma atenção especial. Umaescovagem e uso do fio dentário regulares, fazer uma dieta equilibrada evisitar regularmente o seu dentista irá ajudar a reduzir os problemas dentáriosque acompanham a gravidez.

Durante a gravidez, há uma série dealterações no organismo da mulher que, associadas a algumas mudanças noshábitos de vida podem levar ao aparecimento ou agravamento de problemasdentários como cáries e gengivites (acor avermelhada e brilhante da gengiva, o sangramento e a inflamação).

As gestantestêm tendência a ingerir pequenas quantidades de alimentos, mas em maior númerode vezes durante ao dia. Assim, a higiene oral costuma ficar prejudicada.Observa-se também uma queda do PH salivar, ficando a saliva mais ácida, estaalteração favorece a desmineralização do esmalte dentário e o aparecimento demais cáries.

Manter os dentesbem limpos, sobretudo junto à linha gengival, vai ajudar a reduzirdrasticamente - ou mesmo a prevenir - a gengivite durante a gravidez.Substituir os doces por alimentos mais nutritivos, como o queijo, os frutos ouvegetais frescos, será também melhor para os seus dentes.

Durante a gravidez podem ser realizadosvários tratamentos. Quer a patologia seja uma cárie, um abcesso, uma gengiviteou uma periodontite, as terapias serão sempre adaptadas pelo médico dentista àsdiferentes fases da gravidez.

É aconselhável realizar os tratamentosdurante o segundo trimestre (entre 14 e as 28 semanas de gestação). Durante oprimeiro e o terceiro  trimestre asconsultas dêem ser realizadas apenas quando estritamente necessárias.

Nestas consultas durante a gravidez asfuturas mães são instruídas sobre os cuidados de higiene oral que devemdispensar aos bebés desde o nascimento.

As alteraçõesfisiológicas que normalmente ocorrem durante a gravidez, nomeadamente asprovocadas por alterações hormonais normalmente regridem após o parto.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras