Nas Bancas

JNS-MA-20.jpg

'Bom hálito', por João Espírito Santo

No âmbito do passatempo Sorria.pt, João Espírito Santo, diretor clínico da Medical Art Center, escreve semanalmente no site da CARAS sobre a saúde oral.

João Espírito Santo
21 de agosto de 2013, 13:33

A halitose, mais conhecida por mauhálito, pode ser responsável por graves problemas no relacionamentopessoal mas na maioria dos casos tem uma resolução simples. Nãoé uma doença, mas sim um sinal de que algo não está bem no organismo.
Sendo um tema constrangedor, queleva à repulsa das pessoas, o mau hálito nem sempre é perceptível paraquem sofre do distúrbio. Na grande maioria dos casos, o problema tem origem naboca, apesar de também poder resultar de perturbações noutrosórgãos como por exemplo o estômago.
Na boca vivem centenas debactérias cujo sustento pode libertar substâncias que têm mau cheiro.
Podem ser várias as causas da halitoseentre varias destacamos a má conservação dos dentes, a retenção dealimentos entre eles, a inflamação das gengivas ouexistência de abcessos. Uma produção reduzida de saliva pode tambémprovocar um odor desagradável. Da mesma forma, a secura provocada por umjejum prolongado, a desidratação, a exposição ao arcondicionado, o stress, o uso de certos medicamentos, a respiração bucal ou umlongo período a falar, podem provocar cheiros indesejados. Factores comoo consumo excessivo de álcool e infecções, comoamigdalites ou sinusites, costumam também ser prejudiciais.
Apesar de o problema termaioritariamente origem na boca, convém certificarmo-nos de que os orgaos comoo estômago, rins e intestinos não apresentam nenhuma alteração.
A diversidade deorigens possíveis do mau hálito indica que é fundamentaldeterminar a sua causa, pois o tratamento pode exigir aparticipação de especialistas de áreas  distintas. Seja comofor, as recomendações para manter um bom hálito são: beber muita água,evitar passar muitas horas sem comer,mastigar moderadamente pastilhas sem açúcar e, claro,reforçar a higiene oral (incluindo a escovagem suave da região posteriorda língua).
Pode sofrer deste distúrbio e não saber.Para manter um bom hálito o recomendável é mesmo seguir asindicações referidas  e visitar regularmente o Medico Dentista

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras