Nas Bancas

A escolha de... Teresa Conceição

A jornalista comemora 25 anos de trabalho na SIC, tantos quanto o canal.

CARAS
5 de novembro de 2017, 20:00

Este é um ano de comemorações vá­rias para Teresa Conceição, jornalista da SIC desde a sua fundação. Completa 25 anos de trabalho televisivo, durante os quais fez reportagens nacionais e internacionais, documentários de viagem e assinou programas como Alice no País dos Viajantes, Receitas Cruzadas, O Melhor de Nós ou IR é o Melhor Remédio (em parceria com Mário Augusto em 2007 e Martim Cabral a partir de 2010). A rubrica de turismo do Jornal da Noite completa agora dez anos de emissões.
2017 é também o ano de lançamento do segundo livro da autora, IR é o Melhor Remédio Algarve, e o ano em que o IR recebeu o prémio AHRESP como melhor programa televisivo de Divulgação Turística. “Um ano bom num quarto de século de boas memórias”, diz.
RESTAURANTE - Solar dos Amigos
Em Guisado, Tornada. Um espaço acolhedor numa aldeia pequena, onde o bacalhau no pão é uma perdição. Está sempre cheio, mas merece a deslocação. E seguir depois para passeio em Óbidos.
MÚSICA - Tom Waits
A banda sonora dos meus dias é muito eclética, de jazz a bossa nova. De Orelha Negra a David Bowie. De Miriam Makeba a Leonard Cohen. Mas se há músico que coleccione com paixão é Tom Waits. Desde Closing Times a Alice ou Bad as Me, Orphans ou a viagem musical que compôs para One From The Heart.
VIAGEM - Gerês
Pelo valor paisagístico e histórico. Pela paz. Com todas as aldeias, cascatas, recantos e serras. E vacas! De Castro Laboreiro ao Soajo, do Lindoso à Senhora da Peneda, de Vilarinho das Furnas à ponte da Mizarela, de Pitões das Júnias e Tourém. Sem perder a cascata do Arado e a mata da Albergaria. É tudo lindo.
HOTEL - Vale do Gaio
Torrão, Alcácer do Sal. Pela simpatia, localização, decoração, pelo restaurante e por poder pernoitar com vista aquática depois de uma excelente refeição. E depois passear em Alcáçovas e levar um chocalho Património Mundial.
LIVROS - “Se Fosse Fácil Era para os Outros”
Este e todos os textos de Rui Cardoso Martins, um autor cuja escrita não dispenso. Mas também me fazem falta Afonso Cruz, José Eduardo Agualusa, Mia Couto, Luís Peixoto, Valter Hugo Mãe, Gonçalo M. Tavares, Rodrigo Guedes de Carvalho, Mário Zambujal. Entre tantos.
ESPETÁCULO - Bonecos de Santo Aleixo
São tradicionais do Alentejo e recuperados pelo Centro Dramático de Évora. Os espetáculos recriam o ambiente rural em que eram vistos no tempo em que não havia televisão.
ESPAÇO PÚBLICO - Cinemateca Portuguesa
Foi a minha escola de cinema desde os tempos de faculdade. A programação permite viajar pela história do cinema, com o regresso aos clássicos que fazem sempre bem à alma. Os magníficos Amarcord de Fellini, ou Johnny Guitar de Nicholas Ray, Citizen Kane de Orson Wells ou os primeiros de Woody Allen. Inesquecíveis.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras