Nas Bancas

Escolha de 1063-MARCIA.jpg

DR

A escolha de… Márcia Nazareth

A moda e a fotografia são as grandes paixões da “designer” portuense, que com a Nazareth Collection nos convida a ‘vestir’ o melhor do Porto.

CARAS
17 de janeiro de 2016, 18:00

Licenciada em Design de Comunicação pela Faculdade de Belas Artes do Porto, Márcia Nazareth trabalhou em algumas agências antes de, em 2003, assumir a direção criativa da sua própria marca, Anazareth – Design e Publicidade. Dez anos depois, Márcia Nazareth decidiu concretizar um sonho mais antigo, aliar a fotografia à moda, e assim nasceu a Nazareth Collection – Zoom On You, que nos convida a ‘vestir’ uma fotografia com 360 graus. Para tal, a designer portuense estampa fotografias de sua autoria de locais emblemáticos da sua cidade – como a Ribeira, o Douro, as pontes, a Boavista ou o Palácio de Cristal –, em túnicas, T-shirts, tops e polos, e o resultado é surpreendente. A sua mais recente coleção chama-se Air e retrata o Porto a partir de fotografias aéreas. Apesar do grande desafio que é a Nazareth Collection, a designer não descura o seu papel como mãe de Matilde, 11 anos, e de Clara, de oito.
O CD: ”Vinicius e Tom Jobim”
Esta parceria é perfeita. A música e os poemas são maravilhosos e eles têm vozes únicas. Sempre que tenho vontade de ir ao Brasil ponho o CD a tocar e viajo sem sair do sítio.
O FILME: “As Pontes de Madison County“
Adoro a Meryl Streep em qualquer pa­pel, mas neste filme ela supera-se. Choro tantas vezes quantas as que o revejo. É um drama doloroso, de uma sensibilidade extrema. Durante quatro dias, as duas personagens percorrem o arco completo de uma relação amorosa: atração, desejo, paixão, felicidade, angústia e descon­fiança, mostrando que podemos viver mais em quatro dias do que num ano ou numa vida inteira.
O LIVRO: “Capitães da Areia”
Este clássico do Jorge Amado, escrito em 1937, foi a minha primeira paixão literária. As personagens do livro são da mesma idade que tinha quando o li: 15 anos. As crianças eram heróis e bandidos, mas principalmente vítimas. Meninos abandonados! É um alerta para a dura realidade de tantas outras crianças que nascem sem amor.
O CONCERTO: Rui Massena e Expensive Soul
Vi-os em Guimarães, em 2011, e foi um concerto de grande emoção. Tenho uma admiração enorme por quem arrisca parcerias improváveis.
A VIAGEM: Rio de Janeiro
Noutra vida devo ter sido carioca. Ainda só fui duas vezes ao Rio, mas logo que chego lá sinto-me em casa.
O RESTAURANTE: Pimenta Rosa
Adoro o Pimenta Rosa (Rua Miguel Bombarda, 285), pois tem os almoços mais simpáticos do Porto. Mas também o Xico Queijo, na Baixa, porque tem a me­lhor decoração e é excelente ao final da tarde. Fora do Porto, recordo os sabores incríveis da Casa da Caínha, em Mondim de Basto, do Azenhas do Mar e, claro, do El Bulli, na Catalunha.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras