Nas Bancas

Daniel Estriga

Daniel Estriga

Paulo Petronilho

A escolha de... Daniel Estriga

O ‘chef’ propõe uma cozinha original e descontraída, onde o mais importante é a verdadeira essência dos sabores.

CARAS
30 de novembro de 2014, 18:00

Vê a cozinha como um ato de paixão e de partilha, mas também de constante procura de novos sabores, sempre com um toque de irreverência e originalidade. Aos 27 anos, Daniel Estriga recorda que ser chef nunca foi um sonho de criança, mas já não se via a fazer outra coisa. Formou-se na Escola de Hotelaria do Estoril, passou por alguns restaurantes de renome, trabalhou com chefs como Paulo Morais ou Bertílio Gomes, até que, há três anos, decidiu abrir o restaurante Conceito Food Store, em Bicesse, onde oferece uma cozinha de autor, mas que não esquece os valores mais tradicionais da gastronomia portuguesa. Mais recentemente, criou o projeto Favas Contadas, que oferece experiências gastronómicas temáticas e irrepetíveis, sempre em colaboração com outros chefs.
O Restaurante - Quarentae4 Vilamoura
Um espaço que me remete para as noites de verão. Uma decoração moderna, uma esplanada, bom serviço e excelente comida. Destaco o sushi bar, a cargo do chef Will Araújo. Uma proposta diferenciada, tanto na variedade dos peixes como na apresentação dos pratos.
A Viagem –
Caraíbas
Um destino para relaxar e desfrutar das praias fantásticas. Fascina-me o contacto com os habitantes locais e com a cultura, totalmente diferente da nossa. Os produtos gastronómicos mais exóticos também são para mim um ponto de interesse.
O Espectáculo -
“Commedia a La Carte”
Gosto do conceito de comédia de improviso. São espetáculos bem estruturados, com uma boa dinâmica entre os atores e os espectadores. São espetáculos que podemos ver várias vezes, sempre com a sensação de novidade.
O Filme - “Jobs”
Marcou-me pela história de vida de Steve Jobs. Já tinha lido o livro e, na minha opi­nião, o filme consegue captar a essência de um homem que marcou a minha geração. Penso que a maioria das pessoas com um espírito empreendedor se pode identificar com partes desta história.
A Exposição  -
“Kwela”, de Diogo Navarro
É um artista que sigo há algum tempo e que consegue surpreender-me em cada exposição.
O Fim de semana –
Barcelona
Os mercados de La Boqueria e Santa Catarina são locais a não perder, assim como alguns restaurantes que já funcio­nam como pontos turísticos. Sugiro o Tickets, de Albert Adriá, não só pela comida, mas por toda a experiência gastronómica, e o Traga Luz, pelo menu que disponibiliza ao almoço e pelo equilíbrio entre a simplicidade e a sofisticação que o espaço oferece. 

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras