Nas Bancas

Maria José Bastidas

Maria José Bastidas

D.R.

A escolha de… Maria José Bastidas

A investigadora chilena vive há quase seis anos na região de Mértola, onde se dedica à proteção da natureza.

Redação CARAS
11 de outubro de 2014, 18:00

Segunda classificada no Prémio Terre de Fem­mes 2014, com o projeto Desenvolvimento Sustentável dos Recursos Micológicos do Baixo Alentejo, Maria José Bastidas Quintanilla nasceu em 1980 no Chile. Licenciada em Geografia pela Universidade de Santiago do Chile e especialista em Biogeografia, em 2009 começou a trabalhar na Associação de Defesa do Património de Mértola, uma região com uma dramática desertificação humana e natural, elevado desemprego, envelhecimento da população, entre outros problemas que se traduzem em abandono das terras ou na exploração intensiva das mesmas. Esta experiência reforçou a sua convicção de que só a natureza pode prover ao Homem o que ele precisa para viver e a dedicar-se ao estudo do desenvolvimento sustentável da fileira dos recursos micológicos (cogumelos silvestres) do sul do Alentejo.
O RESTAURANTE: Santa Clara dos Cogumelos
Este restaurante no bairro de Alfama, em Lisboa, é sem dúvida um sítio a visitar. Com uma ementa deliciosa, cheia de cogumelos, desde as entradas até às sobremesas, num ambiente recheado de divertidos detalhes. Fica no primeiro andar do Mercado de Santa Clara, no Campo de Santa Clara (o largo central da Feira da Ladra), em Lisboa. Tel.: 218870661.
A VIAGEM: Patagónia Chilena
Uma das minhas viagens favoritas foi um cruzeiro pelos canais austrais da Patagónia Chilena. Tenho uma coleção de imagens lindíssimas na minha memória, da famosa Terra do Fogo, de florestas virgens, de imponentes glaciares e claro, dos simpáticos pinguins.
O LIVRO: “Confesso que Vivi”
Um livro que pode ser uma lição de vida. A autobiografia de Pablo Neruda é a prova de que fez da poesia um estilo de vida, aproveitando cada segundo e fazendo da sua própria história uma ode à vida.
O FIM DE SEMANA: Passeios pela natureza
Um excelente fim de semana é um que tenha passeios pela natureza para a apanha de cogumelos, espargos, medronho, ervas ou outras dádivas da natureza, finalizado com um delicioso jantar nalgum dos restaurantes tradi­cionais do Alentejo profundo, onde ainda é possível degustar estas igualarias, na companhia de amigos e de um bom vinho tinto alentejano. Outra opção para o fim de semana é uma descida em canoa pelo rio Gua­diana. Na altura certa do ano pode ser um animado passeio brindado pelos “rápidos” que provocam as tradicionais azenhas.
O FILME: “Gravidade”
Apesar de não ser grande fã dos filmes americanos, o Gravidade (com Sandra Bullock e George Clooney) é sem dúvida uma boa escolha, as imagens da Terra são espetaculares e se for visto em 3D a impressão é ainda maior.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras