Nas Bancas

Manuela Azevedo

Manuela Azevedo

D.R.

A escolha de… Manuela Azevedo

Com Hélder Gonçalves, companheiro de vida e pai dos seus filhos, a cantora forma a dupla central dos Clã, que têm novo CD: “Corrente”.

Redação CARAS
8 de junho de 2014, 18:00

Foto: Ana Luandina
Filha tardia de uma costureira que trabalhava em casa e de um agente da PSP, Manuela Azevedo, de 44 anos, nasceu e cresceu em Vila do Conde. Os pais perceberam-lhe o gosto pela música e puseram-na a aprender piano. Na Academia de Música local conheceu Hél­der Gonçalves, que muitos anos depois, em 1992 (era ela finalista do curso de Direito, em Coimbra), a convidou para integrar a banda que estava a formar: os Clã. Problema de Expressão, Sopro do Coração ou Asas Delta são alguns dos grandes sucessos da pop portuguesa a que deu voz com esta duradoura formação, que recentemente lançou o seu sétimo álbum de estúdio, Corrente. Um trabalho que vai levar os Clã pelo país, numa digressão que a 13 de maio passa pelo Teatro Tivoli, em Lisboa, e a 14 pela Casa da Música, no Porto.
LIVRO: “O Homem que Via Passar os Comboios”
Sou fã das aventuras do inspetor Maigret há muitos anos (e do seu inventor, George Simenon). Este livro, no entanto, não tem nada que ver nem com Maigret, nem com policiais. É uma história inquietante e melancólica, marcas da escrita deste autor.
CD: “Bad as Me”
De Tom Waits. É admirável perceber como este senhor, já há tantos anos a fazer música, continua a surpreender e a lançar trabalhos absolutamente inspiradores e irresistíveis. Álbum imperdível!
CONCERTO: Queens of the Stone Age
Estou cheia de saudades de ver um concerto deles. Poderosa energia rock’n’roll e canções geniais, com arranjos impressio­nantes de intensidade e intenção. O ano passado perdi a oportunidade de os rever... espero que não volte a acontecer.
FILME: “Grand Budapest Hotel”
Embora não seja o meu realizador de eleição, gosto muito do trabalho do Wes Anderson e estou curiosa por ver como ele lida com a atmosfera romântica e decadente de um grande hotel em Budapeste, rodeado por um elenco de luxo. Moonrise Kingdom, o seu filme anterior, foi dos mais maravilhosos, doces e comoventes que vi nos últimos tempos! Filmes esteticamente primorosos e sempre divertidos e irreverentes.
RESTAURANTE: Adega Gavina
Um dos privilégios de se viver em Portugal é a boa mesa que se encontra por todo o país! Aqui em Vila do Conde há um cantinho familiar onde se pode comer delicioso peixe grelhado, às vezes acompanhado por uma açorda de ovas divinal e, para rematar, um leite-creme (queimado na hora) de comer e chorar por mais. Fica na zona da marina, perto da réplica da nau quinhentista, e chama-se Adega Gavina.
FIM DE SEMANA: Porto
Com a família. No sábado, visita ao Parque Biológico de Gaia, com direito a piquenique e uma ida ao cinema ao fim da tarde. Domingo, passar o dia inteiro em Serral­ves – entre passeatas pelo jardim e visita às exposições do museu.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras