Nas Bancas

Sandra Celas

Sandra Celas

Luís Coelho

A escolha de... Sandra Celas

Após uma experiência de três anos como jornalista, Sandra Celas encontrou o seu caminho no mundo da representação, onde assume sentir-se mais feliz.

6 de agosto de 2012, 01:20

Estreou-se como atriz na SIC, em 2002, com a novela O Olhar da Serpente. Desde então,  Sandra Celas tem dado vida a várias personagens, não só em televisão mas também em teatro e cinema. O ano passado fez dois telefilmes, O Outro Lado da Mentira, de António Figueirinhas, e Noite de Paz, de Jorge Cardoso, e este ano entrou em duas curtas-metragens para o programa Fá-las Curtas, da RTP2: Belarina, de Sérgio Barbosa e Vítor Carmo, e Igual a Ti, de Miguel Cravo e Vasco Rosa. Casada com o artista plástico António Jorge Gonçalves, o mundo da atriz, de 37 anos, enriqueceu com o nascimento da filha, Miranda, hoje com três anos. “A experiência da maternidade é absolutamente maravilhosa e impagável”, afirma.
O Restaurante - A Colmeia
No Chiado. É um restaurante vegetariano, um dos primeiros de Lisboa. Não é sofisticado, mas pode-se comer uma refeição vegetariana saudável e deliciosa (talvez por ser feita com muito amor pela D. Ema, cozinheira e proprietária). E o preço é muito simpático.    
O Bar - Esplanada do Povo

No Cais do Sodré. Tem uma ótima atmosfera e bons petiscos.
O CD - Tindersticks, Darko e Amélia Muge

Aqui tenho de falar de três! O último disco dos Tinderstiks, Chocolate, talvez seja um pouco invernoso, mas é magistral! O segundo é o Darko, o primeiro trabalho a solo do Zé Manel, com o qual canto um dueto. Por último, Periplus – Deambulações Luso-Gregas, de Amélia Muge e Michales Loukovikas.
O Espetáculo - “Othello”

Othello, de Shakespeare, da companhia inglesa Cheek by Jowl, que vi em 2004 no CCB. Às vezes é difícil o teatro arrebatar-nos como faz o cinema ou a televisão ou a música. Esta peça conseguiu levar-me ao êxtase. Como é que isso é possível, ainda para mais com um enredo já conhecido?
O Livro - “As Luzes de Leonor”

De Maria Teresa Horta. Um romance que gira em torno da figura fascinante da marquesa de Alorna. Há muito que um livro não me arrebatava assim.
O Fim de semana – Barcelona

A visitar museus e frequentar esplanadas.
O Hotel - Bolgatti Palace Hotel, Cochim, Índia

Faz parte da lista de sítios que quero habitar quando fizer a minha e tantas vezes adiada grande viagem à Índia.
A Viagem - Cuba

A última grande viagem que fiz: seis se­­manas a viajar de mochila às costas, há quase quatro anos. Uma experiência intensa que me deixou saudades.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras