Nas Bancas

António Zambujo

António Zambujo

António Zambujo

A escolha de... António Zambujo

António Zambujo, que imprime ao fado marcas das suas raízes alentejanas, prepara-se para lançar o ‘Quinto’ CD. E atua a 10 de março no Concerto Por um Novo Futuro.

Redação CARAS
11 de março de 2012, 18:00

Nascido em Beja, em 1975, António Zambujo cresce aouvir o cante alentejano, que ainda hoje o influencia. Com um curso declarinete e uma paixão pelo fado na bagagem, chega a Lisboa no final dos anos90 e começa a atuar no Clube do Fado. Pouco depois, estreia-se no musical Amália,de La Féria. Em 2002, edita o seu primeiro CD, O Mesmo Fado. Doisanos depois chegam os concer­tos no estrangeiro e novo disco. Em 2006, ganha oprestigiado Prémio Amália Rodrigues e participa no Festival Atlantic Waves, em Londres.  Em 2009 faz digressões no Brasil e em Françae no ano seguinte lança Guia e atua com os Azeitonas no Palco Sunset doRock in Rio. Canta na Womex2010, em Copenhaga. Guia figura em váriaslistas nacionais e estrangeiras de melhores discos. O seu próximo álbum serálançado em abril, no âmbito do festival Músicas do Mundo da Gulbenkian.
O LIVRO - “Para Viver um GrandeAmor”
Foi o livro que me levou ao Vinicius de Moraes. É um livro decrónicas, que Vinicius escreveu principalmente enquanto ainda trabalhava comodiplomata, e estava sempre a viajar pelo mundo. Além das crónicas, que contamhistórias maravilhosas, há alguns poemas que me marcaram e ainda hoje marcammuito.
O EVENTO - Concerto Por um NovoFuturo

No dia 10 de março, no Campo Pequeno, onde também estarei presente,porque será seguramente um bom concerto. Não é todos os dias que se junta tantagente boa no mesmo palco para tocar.
O FILME - “Melhor É Impossível”
Escolher um filme, um disco ou um livro é sempre muito difícil...mas escolho este, de James L. Brooks, porque já vi muitas vezes e sempreque o vejo é como se fosse a primeira. As interpretações da Helen Hunt e,principalmente, do Jack Nicholson são soberbas, premiadas com os Óscaresde Melhor Atriz e Melhor Ator. Basicamente, é uma história de amor muitocomplicada... uma comédia deliciosa.
O DISCO - “João Voz e Violão”

Este disco de João Gilberto é um manual de bem cantar, bemtocar violão. Soberbo!

Sou muito compulsivo com discos. Quando encontro um músicoque me impressiona, pela voz, pela capacidade interpretativa, pelacriatividade, tento ter tudo o que é possível para conhecer a sua obra. Poderiaacrescentar Chet Baker, Tom Waits, Caetano Velo­so, ChicoBuarque, Amália Rodrigues...
O RESTAURANTE - Confraria, noCais do Sodré

É um restaurante de comida japonesa, mas já misturada comoutras coisas deliciosas, que não sei dizer bem o que são, porque sou umpéssimo cozinheiro... Gosto muito da comida, do serviço, do ambiente.
A VIAGEM - Rio de Janeiro
As emoções que já vivi no Rio dariam para um livro! Gosto mais de olharpara as pessoas na rua, descobrir a melhor shoperia, o melhorrestaurante, ir à Lapa ouvir música boa, passear no calçadão, tanta coisa...

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras