Nas Bancas

0.jpg

D.R.

Katia Guerreiro apresenta novo álbum

Nos dias 10 e 15 de novembro.

Divulgação
7 de novembro de 2014, 13:52

Nasceu na África do Sul, cresceu nos Açores, descobriu-se em Lisboa. Quis ser professora, veterinária e tornou-se médica. Mas o fado encontrou-a. E ela encontrou o Fado. Obra do destino? É sua convicção que este existe e está atento a ela. Por isso não faz planos, deixa a vida acontecer-lhe.
Foi por esta confiança que esperou o momento certo. O momento em que todos os elementos estivessem alinhados, no mesmo ritmo, na mesma poesia, na mesma paixão. Esperou pelos poemas. Esperou pela música. Esperou por todos com quem queria percorrer o caminho, há muito desejado, há muito preparado.
Os temas foram sendo coligidos, ao longo dos anos. De dentro da gaveta que é o seu coração, saíram para serem cantados com a emoção que a caracteriza. Eram muitos, a escolha foi difícil, mas os  12 eleitos representam a nova Katia Guerreiro, a que nos últimos anos se preparou para este agora.
Ao seu lado, Tiago Bettencourt, “um apaixonado pelo fado que além de excelente músico é também um amigo”, assegurou a produção e direção musical do projeto, mas também escreveu, a solo e em parceria, algumas das músicas.
Sempre com ela, João Veiga, Pedro Castro, Luís Guerreiro e Francisco Gaspar, os músicos que há muito acompanham o seu fado. A estes, juntaram-se outros, nomes maiores da música portuguesa, como o professor Joel Pina, Pedro Jóia, André Ramos, Artur Caldeira.
Na autoria reúnem-se 20 nomes. Alguns em estreia absoluta, outros em homenagem póstuma. Todos em harmonia.
Até ao Fim será apresentado no dia 10 de novembro na FNAC Colombo e no dia 15 na FNAC Chiado.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras