Nas Bancas

1.jpg

Fede Serra

Pablo Alborán ao vivo em Portugal

No dia 25 de outubro, no Coliseu do Porto e no dia 26 no Campo Pequeno, em Lisboa.

Divulgação
16 de outubro de 2013, 18:24

Pablo Alborán é um verdadeiro fenómeno nahistória da música espanhola do século XXI, apesar da sua ainda curta carreira.Em apenas dois anos e com três álbuns publicados, conseguiu um impacto popularcomo há muito não acontecía, com cancões que chegaram ao coração de milhões depessoas em Espanha, Portugal e América Latina, graças a um tipo de inspiração etalento que está só ao alcance de muito poucos.
Com mais de um milhão de discos vendidos,Pablo Alborán foi o artista que mais vendeu em Espanha em 2011 e 2012, um feitosem precedentes na historia da música espanhola para um artista debutante. Foitambém o que mais vendeu em Portugal em 2012, tendo batido o recorde de 37semanas de permanência no primeiro lugar do top de vendas nacional e alcançado6 discos de Platina, correspondente a mais de 90 000 unidades vendidas do álbumEn Acustico.
Em Espanha, o novo álbum Tanto foi recebidoem euforia. Chegou à terceira platina em apenas uma semana e já vendeu mais de300 000 unidades, alcançado mais uma vez a marca de 7 discos de platina.
Em Portugal, Tanto, entrou diretamentepara o primeiro lugar do TOP e é já disco de Platina.
Tal como aconteceu com Perdóname, na suaversão em dueto com Carminho, cujo video foi rodado na cidade de Lisboa, Pablo voltoua filmar um video em Portugal para um dos singles, El Beso, demonstrando maisuma vez o apreço que tem pelos fãs portugueses e por este país que eleconsidera como sendo a sua segunda casa.
Mas os feitos deste artista nascido em Málaganão se ficam por aqui. Aindaem terras lusitanas, o seu single Perdóname vendeu, no formato digital, maisde 25 000  unidades e esteve em N.º 1 do TOP de downloads legais durante 15semanas; o toque para telefone móvel esteve em primeiro lugar mais de 35semanas; a Tour nacional de En Acustico passou por Guimarães, Santarém,Aveiro, Serpa, Elvas, Cool Jazz Fest em Oeiras, Expofacic em Cantanhede,Coliseus de Lisboa e Porto onde mais de 100 000 espectadores assistiram a estesconcertos.
Depoisde dois anos onde tocou por toda a Espanha, América Latina e, como já vimos,também em Portugal, em recintos sempre esgotados, o cantor de Málaga voltaagora à estrada para tocar as canções do seu mais recente trabalho, Tanto,passando por Portugal, a 25 de outubro, no Coliseu do Porto, e no Campo Pequeno, emLisboa, no dia 26.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras