Nas Bancas

BB_GOneutro_01.jpg

Broadway Baby - A História do Musical Americano

No Teatro Armando Cortez, na Casa do Artista, em Lisboa.

Divulgação
1 de agosto de 2013, 01:08

Na zona oeste de Nova Iorque, sensivelmente a partir da rua 42 e quase atéCentral Park, os teatros sucedem-se, feéricos com os seus cartazes luminosos –são mais de 20, mais de 30, mais de 40 – é a Broadway.  Foi nestes teatros que ganhou forma o MusicalAmericano.

A cantar, Henrique Feist conta-nos como tudo se passou. Porque é que os teatrosse instalaram nesta zona da cidade? Quem foram os primeiros autores? E osprimeiros compositores? Que têm de tão especial as canções? Que sonho é estechamado Broadway?
Na verdade, a Broadway existe cada vez que uma qualquer pessoa em qualquerparte da terra assobia o “Night and Day” ou trauteia “I’ve Got You Under MySkin”. A Broadway existe quando vemos filmes como  o “West Side Story” , o “Hair” ou o“Dreamgirls”. A Broadway existe quando vemos séries como “Will and Grace” e“Glee”. A Broadway existe em muitos dos discos da Ella Fitzgerald, do FrankSinatra, da Barbra Streisand ou da Liza MInelli. A Broadway existe porque hásonhos que de tão grandes que são não cabem em mais ladonenhum. A Broadway, mais que uma zona da cidade de Nova Iorque, é um estado deespírito.
Henrique Feist, sobretudo através de canções de cinco dos maiorescompositores da Broadway de sempre – Cole Porter, George Gershwin, IrvingBerlin, Jerome Kern e Richard Rodgers –,  mas não esquecendo todos os outros, faz-noscomungar desse estado de espírito.
Neste espectáculo, Henrique Feist é acompanhado ao piano pelo seu irmãoNuno Feist, no ano em que os dois irmãos celebram os seus 31 anos de carreira.
Pelo mesmo espectáculo, o ator, cantor e director artístico, HenriqueFeist, ganhou o Globo de Ouro 2013 – Melhor Ator de Teatro de 2012.
No TeatroArmando Cortez – Casa do Artista de 02 de agosto a 14 de setembro, às 22h00.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras