Nas Bancas

CARAS Motores: Conheça a nova Honda Vision 110

Guiámos a nova scooter da Honda pelas ruas de Lisboa. Confortável, silenciosa e, acima de tudo, muito económica. Um veículo a ter em conta para os tempos de crise.

Pedro Amante
1 de setembro de 2011, 22:01
FOTOS: Honda

A primeira scooter da Honda foi lançada em 1954, tratava-se da Juno K, e já na altura apresentava tecnologias e materiais avançados, como por exemplo, um motor a quatro tempos com arranque elétrico, pára-brisas integral e carenagens em plástico reforçado a fibra de vidro. Agora, quase 60 anos e muitos modelos depois, surge a nova Honda Vision, uma scooter inteligente e, acima de tudo, bastante económica, algo cada vez mais fundamental nos dias que correm.

Com um motor a quatro tempos de 110 cc, boas performances e uma excelente economia de combustível, 1,9 l/100 km em condições normais de condução, a Vision surpreendeu-nos pela positiva e parece-nos uma excelente opção para quem procura um veículo económico para pequenas deslocações, essencialmente citadinas.

A Poupança de combustível é, sem dúvida, um dos principais argumentos da Honda na promoção deste modelo e, de facto, os números dão que pensar. Gastando uma média de 1,92 l/100 km, a nova Vision percorre cerca de 52 km por litro. Fazendo uma média 4.000 km por ano, significa que gastaríamos à volta de 120 € anuais em gasolina. A título de exemplo, 120 € é quanto custam três meses de passe social. A estas contas há que juntar um investimento inicial de 1.799 €, que é quanto custa a Honda Vision 110.

Não restam dúvidas de que o preço é um factor chave, mas nem por isso a Honda abdicou de dotar a Vision de bom equipamento, apresentando um grande espaço para arrumação debaixo do banco, um painel de instrumentos evoluído e de fácil leitura e uma ergonomia que a torna confortável para condutor e passageiro. Os 760 mm de altura do banco oferecem bastante espaço para as pernas e tornam a Vision muito fácil de conduzir. Também comprovámos que é uma scooter bastante ágil para as deslocações citadinas. Para isso também contribui o seu baixo peso de apenas 102 kg. O porta-bagagens traseiro em alumínio está preparado para a instalação de uma 'top case', um dos acessórios disponíveis.

Quanto ao motor, a Vision recorre a uma unidade monocilíndrica a quatro tempos, refrigerada a ar, de 110 cv. A nível de emissões, a Vision cumpre a norma Euro 3 e o funcionamento do motor é bastante silencioso.

A segurança também não foi descuidada e a Vision vem equipada com o avançado Sitema de Travagem Combinada CBS, o mesmo que equipa a Honda PCX 125. Este sistema liga a manete esquerda ao travão traseiro e ao travão dianteiro, otimizando o esforço de travagem em ambas as rodas.

A Honda disponibiliza para este modelo uma vasta gama de acessórios, entre eles: kit de alarme; 'top case'; pára-brisas mais alto, capa de exterior e capa de proteção.

A nova Honda Vision 110 está disponível em cinco cores: cinza, branco, vermelho, preto e azul.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras