Nas Bancas

Ensaio Kia Cee'd SW

Uma carrinha com um design actual e uma boa relação preço/equipamento.

Luís Cáceres
19 de março de 2010, 15:26

O Kia Cee'd é o principal responsável pela modernização operada na marca coreana a partir do ano de 2006.

O Grupo Hyundai/Kia é actualmente o quinto fabricante a nível mundial. E, se a Ford não se "cuida", o consórcio coreano ainda conquista o quarto lugar do "ranking" onde pretende chegar antes do final do ano.

A verdade é que desde que a Hyundai comprou a Kia tudo mudou! Para melhor. Lembra-se da geração anterior do Cerato e Rio? Possuíam um estilo pouco inspirado e adaptado ao gosto dos portugueses. É verdade, agora a música é outra!

A Kia transformou-se numa marca moderna, com automóveis mais fiáveis, linhas actuais e um preço convidativo. O principal problema continua a ser a falta de imagem, que a marca procura contrariar ao oferecer uma garantia de sete anos ou 150.000 km para toda a gama.

A Kia é a marca jovem do Grupo Hyundai/Kia e a grande "ponta de lança" para o mercado europeu.

A história recente da Kia está associada ao modelo Cee'd, lançado em 2007. Um automóvel que conquistou tudo e todos graças a um design moderno, uma aparência robusta, uma boa relação preço/equipamento e um comportamento dinâmico muito equilibrado, além da já referida garantia de 7 anos ou 150.000 mil quilómetros.

A carrinha Cee'd que testámos estava munida do bloco 1.6 Diesel de 115 CV de potência com o sistema Start/Stop - ECO Dynamics.

A Kia Sporty Wagon (SW) revelou-se espaçosa, bem equipada, o motor 1.6 diesel muito ágil. O comportamento é globalmente muito aceitável e o equipamento a preceito.

Ensaio Kia Cee'd SW

O motor a frio revela-se algo ruidoso mas não incomoda em excesso. A caixa tem seis velocidades. Em estrada é muito suave a pisar o asfalto, ao volante desenhamos as curvas sem receios e o motor com o sistema Start/Stop pode economizar até 15% de combustível e as emissões de gases poluentes. Quando está mais tráfego, ou paramos num semáforo, o sistema Start/Stop (ISG) contribuiu para o consumo médio de 5,3 litros para percorrer 100 quilómetros.

A versão mais equipada - TX - oferece de série a distribuição electrónica da travagem, controlo de estabilidade, o útil sistema "Hill Start" que auxilia no arranque em inclinações acentuadas.

Ensaio Kia Cee'd SW

No interior do habitáculo existem diversos espaços para guardar o telemóvel, a carteira, para colocar uma garrafa de água lateralmente nas portas. O essencial, ligação USB e para o MP3/Ipod, ar condicionado automático, computador de bordo, volante com regulação das funções essenciais, está-se bem!

A maioria das versões disponibiliza bancos em tecido, mas a opção mista de bancos em tecido e pele é uma característica na versão TX.

Sem dúvida uma boa opção pelo equipamento de série. Não posso deixar de referir que os seis airbags de série contribuíram para as cinco estrelas nos testes de segurança efectuados pelo consórcio independente EuroNCAP.

Ensaio Kia Cee'd SW

A versão ISG TX propõe o sistema "TPMS" que avisa o condutor se a pressão dos pneus for demasiado baixa.

A versão que conduzimos da Cee'd SW 1.6 (115 CV) TX ECO Dynamics custa 25.600 euros. A carrinha mais acessível, com o motor 1.4 (109 CV) a gasolina, custa 18.200 euros.

A mais cara não tem grande representatividade para o nosso mercado pois tem um motor 2.0 CRDI (140 CV) e custa 30.500 euros.

Ensaio Kia Cee'd SW
Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras