Nas Bancas

O escritor Augusto Carlos

O escritor Augusto Carlos

D.R.

O Cântico dos Melros

Augusto Carlos acaba de editar o seu nono livro, cujo prefácio é da autoria do professor e filósofo Paulo Borges.

Cláudia Alegria
25 de junho de 2009, 16:55

E se o Homem vivesse ao contrário, contra ele próprio, contra a Natureza de que faz intimamente parte? E se a sociedade actual fosse uma 'Hibernolândia' habitada, em grande escala, por cidadãos adormecidos que se demitem de reflectir e de seguir os seus próprios instintos e desejos?
E se houvesse um conjunto de cidadãos que, contra a corrente dominante e guiados por uma inteligência superior, conectada com o Universo e as leis da Natureza, zelasse pelo natural bem-estar da Humanidade? Ficção? Só em parte, pois o O Cântico dos Melros, o nono livro de Augusto Carlos, é um grito de cor e de alerta, contra um paradigma que torna o Homem infeliz. É, mais do que teoria, um manual prático para aplicar à vida e evoluir.

Sobre o autor
Augusto Carlos, nascido em 1955, em Gaza, Moçambique, vive em Sintra, é empresário no ramo da construção, formado em Engenharia e apaixonado por Filosofia. Autor de romances em que aborda temas relacionados com o amor, a paz, a felicidade e o diálogo inter-cultural, é um humanista e um pacifista.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras