Nas Bancas

Celso Martins e Ana Rita Rocha: Um brinde ao amor

O coordenador desportivo e a ‘scouter’ recordam história de amor no Castelo da CARAS.

Marta Mesquita
25 de dezembro de 2012, 16:00

Ana Rita Rocha, de 33 anos, e Celso Martins, de 32, conheceram-se quando estudavam na mesma escola secundária. Ela era a rapariga alta e magra e ele o rapaz gordinho com caracóis.  O que poderia ter sido uma paixão da adolescência tornou-se uma história de amor que já dura há 16 anos e da qual nasceu Estrela, há quatro. O coordenador de atividades nos Aquafitness Health Clubs,  a manequim e scouter da Just Models e a filha estiveram no Castelo da CARAS, em Alcácer do Sal, onde revelaram os sonhos que têm enquanto família.
– Estamos a chegar ao fim de mais um ano. Costumam fazer o balanço do ano que termina e traçar objetivos para o próximo?
Ana Rita Rocha
– Sim e até gosto de escrever os objetivos que quero alcançar no ano seguinte. Quando acredito muito, alguns desses desejos realizam-se, outros não. Mas faz-me bem traçar objetivos, sobretudo agora, que anda tudo tão negativo.
– Quais são os vossos desejos para 2013?
– Acima de tudo, peço sempre muita saúde, porque sem ela é impossível concretizarmos seja o que for. Também sou uma pessoa ambiciosa no campo profissional, quero sempre crescer e aprender. Tenho mesmo de me sentir completa profissionalmente. É ótimo fazer aquilo de que gosto. Sempre vivi da moda e estou a adorar trabalhar com os novos manequins. Sinto que encontrei o meu caminho.
Celso Martins – Sempre fui muito empreendedor e acho que no ano de 2013 quero mesmo acalmar um bocadinho. Vou pensar mais na família e quero manter a minha vida como está. Vou continuar a apostar na minha carreira na área desportiva e a fazer pontualmente os trabalhos como manequim, que no fundo sempre foi um hobby.
– São ambos pais e muito empenhados nas vossas carreiras. Tem sido um grande desafio conciliarem estes dois papéis?
Ana Rita
– Eu já senti muito a falta daqueles momentos só a dois, porque quando estamos em casa acabamos por estar total­mente dedicados à Estrela. E esses momentos fazem falta, por isso é que em 2013 queremos ficar mais ligados um ao outro e à nossa fi­lha, deixando a nossa parte mais empreendedora de lado.
– Durante 12 anos estiveram só os dois. Foi difícil adaptarem-se à realidade de serem pais?
Celso
– Namorámos muito tempo, passámos toda a juventu­de juntos e temos saudades dessa altura, mas a Estrela veio completar a nossa relação. Claro que adoramos estar juntos e sair só com os amigos, mas a Estrela é a nossa prioridade.
Ana Rita – Lembro-me de ter tido esse medo quando engravidei, mas a verdade é que, quando a Estrela nasceu, todos os receios ficaram para trás. Mesmo para a nossa relação, foi bom termos um filho.
– Estão juntos há 16 anos. Quais são os segredos para continuarem a ‘reinventar’ a  relação?
– Fugimos às rotinas. Nem que seja ao sábado, tentamos fazer um programa completamente diferente e, pelo menos uma vez por semana, tentamos ter uma hora ou duas só para os dois. O truque é haver muito diálogo. Havendo amor, as coisas tornam-se mais simples. Já superámos muita coisa e foi nas fases menos boas que crescemos e percebemos que queríamos mesmo estar um com o outro.
Celso – Estamos juntos desde os 16 anos, crescemos juntos e é mais fácil lidar com uma pessoa que conhecemos bem.
Ana Rita – Às vezes penso como seria a minha vida sem o Celso e não consigo conceber tal hipótese. Quando ele fica doente, eu fico doente! A nossa relação é para a vida inteira, é inevitável.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras