Nas Bancas

Fernanda Serrano em família: "Não há melhor do que estar com o meu marido e os meus filhos"

A atriz passeou com Pedro Miguel Ramos e o filho mais velho, Santiago, no Parque das Nações.

11 de fevereiro de 2012, 16:00

Casada há sete anos com Pedro Miguel Ramos e mãe de Santiago, de seis anos, de Laura, de quatro, e de Maria Luísa, de dois, a prioridade de Fernanda Serrano tem sido a família. Por isso, e à semelhança do que acontece habitualmente, a atriz fez questão de estar presente na inauguração do espaço amo.te ciência, a mais recente aposta profissional do marido.
Minutos antes, a atriz e o empresário passearam com o filho mais velho pelo Parque das Nações e viveram momentos de partilha, diversão e cumplicidade.
– Estes momentos em família são fundamentais?
Fernanda Serrano – Sim, fazem muita falta e agora que existe este espaço mais vocacionado para a família, há que aproveitar. É mais uma desculpa para estar a namorar os filhos.
– Hoje o dia foi dedicado ao Santiago...
Sim, hoje o dia é do príncipe Santiago, pois as duas bebés estão em baixo de forma.
– E para o Santiago deve ser uma satisfação ter os pais só para ele...
Fomentamos muito os dias em que estamos só destacados para um filho. Acho que é fundamental, para que eles se sintam mais importantes naquele dia em que são o centro das atenções. Hoje foi ocasional, mas temos escalado qual é o dia de cada um e ele está sempre a perguntar quando será o dele [risos]. Vamos ao cinema, fazemos programas, jantamos a dois, é muito giro.
– E à medida que cresce tem-se tornado mais próximo da mãe ou do pai?
Ele tem interesses em comum com o pai, como ir ao futebol, e eu faço muitas atividades ao ar livre, de que ele gosta muito. Por isso, conseguimos ter as coisas bem destacadas.
– Mas há uma relação muito especial entre si e o Santiago...
Eu trato-o por special one. Ele é o número um, o primeiro, o rapaz... Não sei... Sempre achei que ia ter uma maior proximidade com o rapaz do que com as raparigas, mas depois, quando estou com cada um deles, isto cai por terra. Gosto muito de estar com cada um deles, pois têm personalidades distintas e são pessoas diferentes, embora educados da mesma forma. O Santiago é mais reservado e observador do que as irmãs, mas os três são muito meiguinhos, atenciosos e vivem muito o sentido de família.
– Esse sentido de família é muito fomen­tado por si e pelo Pedro...
– Muito. A família é o alicerce de toda a nossa vida. Em nossa casa tudo tem de estar sempre seguro, tranquilo e sereno.
– Com o seu trabalho, consegue ter tempo disponível para momentos como este?
Com uma boa organização e muita vontade, tudo se consegue. Não há maior prazer do que estar com o meu marido e os meus filhos. É aquilo que me faz feliz, sempre e para sempre Todo o meu tempo livre é para estar com os meus filhos. Neste momento não preciso de tempo nenhum para mim. Para já, todos os minutos em que não estou a gravar são passados com eles. Esta é a melhor forma de passar o meu tempo.
– Estar junto do Pedro em ocasiões como a de hoje é fundamental...
Em todas as ocasiões [risos]. Ele tem uma capacidade empreendedora demasiado rápida e está sempre com inúmeros projetos e eu, de vez em quando, tenho de colocar um travão [risos].
– Com o passar dos anos a vossa relação está cada vez mais completa?
Julgo que sim. Às vezes tenho a sensação de estar com o Pedro há muito mais tempo do que aquele que estamos. Parece que estamos juntos há duas décadas... É bom, pela longevidade, conhecimento e qualidade do tempo que passamos juntos. As nossas profissões não permitem que por vezes estejamos juntos tanto tempo como gostaríamos, mas quando estamos, estamos realmente com empenho. São momentos muito bem passados e desfru­tados e isso é o principal.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras