Nas Bancas

A poderosa mensagem de Viola Davis às vítimas de abuso sexual

"Elas precisam de entender que a culpa não é delas, que elas não são obscenas", disse Viola Davis, num discurso dirigido a mulheres que mantêm o silêncio sobre a violência que sofrem.

CARAS
8 de janeiro de 2018, 10:19

O ano de 2017 ficou marcado pelo movimento feminino #MeToo, considerado Personalidade do Ano pela revista Time, e a força dos relatos não pára de aumentar. Nos Golden Globe Awards, em que praticamente todas as mulheres vestiram preto (exceção feita a três das atrizes), muitas foram as mensagens dedicadas ao empoderamento feminino e à igualdade de género.

Uma das mais marcantes pertenceu a Viola Davis, atriz da série norte-americana "Como Defender um Assassino", que deixou claro que todas as mulheres nascem dignas e merecedoras de respeito: "Estou aqui porque oiço as vozes das mulheres que disseram #MeToo - sendo que uma delas fui eu", explicou, dando também palco a quem não o tem: "Oiço essas vozes, essas pessoas sem nome sem rosto, todos os dias, que não têm uma plataforma para falar sobre o seu abuso sexual ou violação".

De vestido e mala pretos, a elegância de Viola fez sucesso no Twitter, mas foram de novo as palavras a marcar a noite de gala: "Não existem pré-requisitos para a dignidade. Nasce-se digna, e eu acho que essa é uma mensagem que muitas mulheres precisam de ouvir. As mulheres que ainda estão em silêncio por causa do trauma, da vergonha, do abuso - elas precisam de entender que a culpa não é delas, que elas não são obscenas".

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras