Nas Bancas

Mónica Calle

Mónica Calle

D.R.

Melhor Atriz Teatro: Mónica Calle

Pelo desempenho na peça ‘Recordações de uma Revolução’ da qual foi também encenadora.

Redação CARAS
16 de maio de 2012, 02:54

Nomeada também em 2003, Mónica Calle está, este ano, entre as quatro melhores atrizes de teatro. Foi nomeada para a XVII Gala dos Globos de Ouro pelo papel desempenhado na peça Recordações de uma Revolução, da Casa Conveniente, um projeto que a própria criou em 1992. Instalado no Cais do Sodré, este espaço tem sido a base para muitos trabalhos da encenadora e atriz.
Menina Júlia, Jogos de Noite e Os Dias que nos Dão, de Luís Fonseca, e Os Paraísos do Caminho Vazio de Rosa, de Liksom, marcaram a primeira década deste grupo de teatro liderado pela atriz.
Mais tarde, a Mónica Calle e ao dramaturgo Luís Fonseca juntaram-se as atrizes Mónica Garnel e Ana Ribeiro, nascendo dessa união espetáculos como Bar da Meia-Noite, Três Irmãs - Que Importância é Que Isto Tem? e Um Dia Virá.
Desde os anos 90 que o cinema também faz parte da sua vida. Aqui na Terra, Casas de Lava, Fado Majeur et Mineur (1994), Chuva, Golpe de Asa, Nós (2003), Antes Que o Tempo Mude (2003), A Costa dos Murmúrios, Sombras – Um Filme Sonâmbulo (2007), Corações Plásticos, Absurdistan e Veneno Cura foram as primeiras longas e curtas-metragens em que participou.
Em 2010 fez O Filme do Desassossego, de João Botelho, e no ano passado a curta-metragem A Divisão Social do Trabalho Segundo Adam Smith, realizada por Fátima Ribeiro.
Em televisão participou em A Lenda da Garça e, mais recentemente, na série Ele é Ela. Atualmente faz parte do elenco do filme Leis do Corpo, de Raquel Freire.
Mónica Calle está na corrida ao prémio de Melhor Atriz de Teatro com Recordações de Uma Revolução (que dirigiu a partir de A Missão, escrita pelo dramaturgo alemão Heiner Müller em 1979) da qual é encenadora e protagonista, juntamente com os estreantes Mário Fernandes e René Vidal.
Catarina Wallenstein (na peça Não se Brinca com o Amor), Sandra Faleiro (na peça Quem Tem Medo de Virginia Woolf?) e Luísa Cruz (na peça A Varanda) são as outras nomeadas.


 

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras