Nas Bancas

Melhor Peça/Espetáculo Teatro: "O Senhor Puntila e o seu Criado Matti"

Escrita por Bertolt Brecht durante o seu exílio na Finlândia, a comédia O Senhor Puntila e o Seu Criado Matti, com encenação de João Lourenço, é representada por um elenco composto por 15 atores e três músicos, liderado por Miguel Guilherme (senhor Puntila) e Sérgio Praia (criado Matti).

Cláudia Alegria
10 de maio de 2011, 13:06

Apreciador de bebida, Puntila sofre de dupla personalidade: quando está sóbrio é arrogante e egocêntrico, quando está ébrio é fraternal e compassivo. A história de O Senhor Puntila e o Seu Criado Matti, escrita por Brecht em 1940, tem como pano de fundo uma vila finlandesa em pleno verão. Contém a riqueza de reflexões maiores sobre o poder, a justiça, a igualdade entre os homens e a dependência, mas também um louvor aos prazeres da vida e à natureza.

Ficha técnica:

Versão: João Lourenço e Vera San Payo de Lemos

Dramaturgia: Vera San Payo de Lemos

Encenação e realização vídeo: João Lourenço

Música: Mazgani

Cenário: António Casimiro e João Lourenço

Figurinos: Bernardo Monteiro

Coreografia: Cláudia Nóvoa

Supervisão audiovisual: Aurélio Vasques

Luz: Melim Teixeira

Atores: António Pedro Lima, Cátia Ribeiro, Carlos Malvarez, Carlos Pisco, Cristóvão Campos, Francisco Pestana, João Fernandez, Mafalda Lencastre, Mafalda Luís de Castro, Marta Dias, Miguel Guilherme, Miguel Tapadas, Patrícia André, Rui Morrison, Sara Cipriano, Sérgio Praia, Sofia de Portugal e Vasco Sousa.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras