Nas Bancas

InterpreteIndividual.jpg

António Zambujo distinguido com Globo de Ouro de Melhor Intérprete Individual

Com o CD ‘Rua da Emenda’.

CARAS
25 de maio de 2015, 00:54

Coube a Maria João Bastos e João Manzarra entregar o prémio de Melhor Intérprete Individual a António Zambujo, pelo seu mais recente álbum, Rua da Emenda.
“Muito obrigado a todos. Estou muito feliz. Queria agradecer à minha editora e à minha agência”, disse o artista antes de apresentar os seus músicos, graças a quem é “cada vez melhor músico”.

António Zambujo nasceu em Beja, a 19 de setembro de 1975. Cresceu a ouvir cante alentejano e interessou-se desde cedo pelo fado e sobretudo pelo trabalho de Amália Rodrigues, Maria Teresa de Noronha e Alfredo Marceneiro. Com apenas oito anos começou a tocar clarinete e a cantar em família. Aos 16 ganhou o primeiro concurso para jovens fadistas. Mudou-se para Lisboa em 2000, quando integrou o elenco do musical Amália de Filipe La Féria, que esteve em cena quatro anos e no qual Zambujo era Francisco Cruz, o primeiro marido da fadista.
Em 2002 lançou o seu álbum de estreia, O Mesmo Fado, com temas da sua autoria e alguns clássicos. O trabalho valeu-lhe o prémio de Melhor Nova Voz do Fado, atribuído pela Rádio Nova FM.
O segundo álbum, Por Meu Cante, resulta da fusão entre o cante alentejano e o fado e é nessa altura que o seu nome começa a ser reconhecido um pouco por todo o mundo. Foi também graças a este CD que foi considerado o Melhor Intérprete Masculino de Fado pela Fundação Amália Rodrigues. Decorria o ano de 2004.
Três anos depois chega ao mercado Outro Sentido, um álbum que conta com a colaboração de um grupo de Vozes Búlgaras e “o disco permite ao cantor de Beja edições na Europa e nos Estados Unidos e, em simultâneo, o direito a reclamar um lugar autónomo e eleito no planeta da world music, salvaguarda para muitos dos que, em diferentes latitudes, ousam a diferença, que pode passar sobretudo pela autenticidade, como é o caso”, pode ler-se no site oficial do músico.
Surgiram também colaborações com os artistas brasileiros Ivan Lins, Roberta Sá e Zé Renato.
O ano de 2010 ficou marcado pelo disco Guia, que contou com a inclusão de temas assinados por músicos brasileiros como Rodrigo Maranhão, Márcio Faraco ou Pierre Aderne, mas também com poemas da autoria de Aldina Duarte, José Eduardo Agualusa, João Monge e Miguel Araújo, entre outros. É então que o fadista leva a sua música a países como a Dinamarca, Noruega, Azerbaijão, Israel ou Bulgária e vê o seu trabalho reconhecido em publicações nacionais, com a Blitz, mas também internacionais, como a famosa revista inglesa Songlines.
Quinto, editado em 2012, é o álbum de consagração de António Zambujo, tendo os temas Lambreta ou Flagrante sido os mais populares.
Seguem-se depois uma série de espetáculos ao lado da fadista Ana Moura e a gravação do álbum Lisboa 22:38 – Ao Vivo no Coliseu.
2014 ficou marcado pelo lançamento de Rua da Emenda, o CD que lhe valeu a nomeação para a XX Gala dos Globos de Ouro e que é descrito da seguinte forma no site oficial do artista: “Um disco que ora é viela estreita para amores arraçados de fadista, ora se transforma em avenida larga para escalas que trazem todo o mundo (Brasil, França, Uruguai, África) para a dimensão maior de um artista português. Dispensa os condicionamentos de trânsito, porque, guiados pelo sinaleiro que canta, todos têm lugar, sem problemas de estacionamento: aos lugares reservados para os colaboradores habituais, somam-se espaços novos e amplos para quem chega e é recebido em festa, casos de Samuel Úria e José Fialho Gouveia. As geografias ajustam-se à dimensão desta rua onde, num ápice, cabem os talentos imortais de Noel Rosa ou de Serge Gainsbourg, lado a lado com os nossos contemporâneos Jorge DrexlerRodrigo Maranhão ou Pedro Luís. Prova de que esta Rua da Emenda é, afinal, uma rua do mundo. Generosa, coerente, variada e fascinante, como só acontece com aquilo que é tangente às nossas vidas”.
Na mesma categoria estavam nomeados Carminho (com o CD Canto), The Legendary Tigerman (com o CD True) e Rodrigo Leão (com o CD Espírito de Um País).

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras