Nas Bancas

Deolinda recebem terceiro Globo de Ouro da sua carreira

A banda recebeu o troféu de Melhor Grupo na XIX Gala dos Globos de Ouro.

Redação CARAS
19 de maio de 2014, 01:12

Os Deolinda voltaram a subir ao palco do Coliseu dos Recreios para receber um Globo de Ouro na categoria de música. Este ano, a banda de música popular portuguesa com inspirações no fado - composto pela cantora Ana Bacalhau, o marido, o contrabaixista José Pedro Leitão, e os primos do vocalista, os guitarristas José Luís Martins e Pedro Silva Martins – foi distinguida pelo disco Mundo Pequenino, lançado em 2013. O premio foi entregue por Luciana Abreu e Ângelo Rodrigues.

Os Deolinda começaram a sua carreira musical em 2006, com pequenos concertos no Maxime, e depressa se afirmaram no panorama musical português. Em 2008 lançaram o primeiro álbum, Canção ao Lado, que no espaço de oito meses já era disco de platina. No início de 2009 o disco chegava ao mercado europeu e, em abril do mesmo ano, o grupo começou a digressão europeia, passando por países como a Holanda, Suíça e Alemanha, entre outros. Foi precisamente nesse ano que recebeu o Globo de Ouro de Revelação do Ano, uma categoria que está sujeita ao voto do público.
Dois Selos e um Carimbo, que tinha Um Contra o Outro como single de apresentação, foi lançado em abril de 2010 e entrou diretamente para o número um dos tops nacionais. Passados sete meses, era disco de platina e a banda voltou a ser distinguida com um Globo de Ouro, desta vez na categoria de Melhor Grupo.
A banda também faz sucesso além-fronteiras e, em junho de 2010, Os Deolinda foram distinguidos com o prémio revelação pela revista Songlines, uma prestigiada publicação britânica especializada na área de música.
Em 2011, Os Deolinda voltaram a dar que falar com o tema Parva Que Sou , apresentado nos concertos dos Coliseus de Lisboa e Porto. O tema rapidamente se tornou no hino de uma "geração à rasca".
No ano passado lançaram o terceiro álbum de estúdio, Mundo Pequenino, que lhes valeu esta distinção. Este trabalho é descrito da seguinte forma no site oficial da banda: “O novo disco foi produzido pelos Deolinda e pelo britânico Jerry Boys, prestigiado produtor e engenheiro de som, vencedor de 6 Grammys, com uma carreira iniciada nos míticos Abbey Road Studios, em 1965. Jerry Boys conta no currículo com trabalhos feitos com os The Beatles, The Rolling Stones, Pink Floyd, R.E.M., Everything But the Girl, Ry Cooder, John Lee Hooker, Shakira ou Buena Vista Social Club, entre muitos outros”.
Na mesma categoria estavam nomeados Os Azeitonas (com o CD Az), Ala dos Namorados (com o CD Razão de Ser) e Tara Perdida (com o CD Dono do Mundo).

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras