Nas Bancas

Filme.jpg

“Os Maias” é o melhor filme português de 2014

O filme realizado por João Botelho vence o Globo de Ouro de Melhor Filme.

CARAS
24 de maio de 2015, 22:30

Com argumento e realização de João Botelho, Os Maias é a primeira adaptação ao cinema da obra homónima de Eça de Queirós e venceu esta noite o Globo de Ouro de Melhor Filme.

O filme Os Maias retrata um Portugal do século XIX e conta a história de Afonso da Maia que se casa com Maria Eduarda Runa. Desta união nasce Pedro, um rapaz algo instável e superprotegido pela mãe. Ainda jovem, conhece e apaixona-se por Maria Monforte, com quem se casa, mesmo contra a vontade da família. O casal tem dois filhos, Carlos Eduardo e Maria Eduarda. Anos mais tarde, Maria Monforte apaixona-se por um italiano, com quem foge, levando consigo a filha. Pedro não consegue lidar com a traição e suicida-se, ficando o seu filho, Carlos Eduardo, aos cuidados do avô. O jovem cresce e, depois de se formar em Medicina pela Universidade de Coimbra, regressa a Lisboa no outono de 1875, e vai viver novamente com o avô na velha mansão da família Maia. Acompanhado por João da Ega, Carlos dedica a maior parte do seu tempo aos amigos, às amantes e ao dolce fare niente, descurando o papel de médico. A sua história sofre uma reviravolta quando conhece Maria Eduarda, uma mulher encantadora e algo misteriosa acabada de chegar à capital. Vivem um amor intenso e avassalador, não imaginando sequer a ligação familiar que os une.

Esta adaptação cinematográfica daquela que é considerada uma das maiores obras da literatura portuguesa conta com um elenco de luxo, formado por 52 atores, entre os quais João Perry, Graciano Dias, Maria Flor, Filipe Vargas, Adriano Luz, Ana Moreira, Rui Morrison, Rita Blanco e Catarina Wallenstein.
Na mesma categoria estavam nomeados A Vida Invisível, de Vítor Gonçalves, O Grande Kilapy, de Zezé Gamboa e Os Gatos Não Têm Vertigens, de António-Pedro Vasconcelos

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras