Nas Bancas

1X1A6876.jpg

Carlos Mendes

Nuno Lopes eleito Melhor Ator de Cinema

O ator arrecadou o quarto Globo de Ouro, desta vez pelo seu desempenho no filme ‘São Jorge’.

CARAS
20 de maio de 2018, 22:23

Emocionado, Nuno Lopes subiu ao palco para receber o Globo de Melhor Ator pela sua interpretação no filme 'São Jorge'. "Gostava de parabenizar todas as pessoas que continuam a fazer cinema apesar de todas as dificuldades", disse em palco. O ator agradeceu ainda aos atores e não atores que entraram no filme e ao realizador Marco Martins. No final, um agradecimento especial. "Já que o 'São Jorge' fala da luta de um pai pelos seu filho, queria dedicar este Globo aos meus pais porque quando lhes disse que queria ser ator estiveram sempre do meu lado, apoiaram-me desde o inicio e deixaram-me seguir o meu sonho."

Nuno Miguel Pereira Lopes nasceu a 6 de maio de 1978. Formou-se na Escola Superior de Teatro e Cinema e a sua vasta experiência no teatro tem por base representações de textos de autores como Bertolt Brecht, William Shakespeare e August Strindberg. Entre as peças que fez destacam-se Um Homem é um Homem, Morte de Romeu e Julieta, Cimbelino, O Casamento de Fígaro, Um Sonho e O Lírio. Em cinema participou no filme Alice, de Marco Martins, - tendo arrecadado o Globo de Ouro para Melhor Ator de Cinema, em 2006 -, Quaresma e Peixe Lua de José Álvaro Morais e António, Um Rapaz de Lisboa de Jorge Silva Melo. O seu desempenho em Goodnight Irene, de Paolo Marinou-Blanco, valeu-lhe um novo Globo de Ouro em 2009. Em televisão, participou em novelas, séries e programas, como Herman SIC, Fúria de Viver, Paraíso Filmes, Crianças S.O.S., Ajustes de Contas, Diário de Maria, Terapia e País Irmão. Trabalhou também no Brasil, tendo integrado o elenco da novela da TV Globo, Esperança. Após uma interrupção de seis anos, regressou em 2008 à televisão com Os Contemporâneos e, dois anos depois, integrou o elenco de Noite Sangrenta e Pai à Força. Em 2012 voltou a ser nomeado para os Globos de Ouro pela sua participação em Sangue do Meu Sangue, de João Canijo mas foi Nuno Melo quem venceu o galardão. Neste mesmo ano, filmou ainda Operação Outono, uma longa-metragem de Bruno de Almeida. No ano seguinte, voltou a ser distinguido na Gala do Ano pelo filme Linhas de Wellington, de Valeria Sarmiento. Em 2016, Nuno Lopes venceu o Prémio Orizzonti de Melhor Ator no Festival Internacional de Cinema de Veneza pela sua interpretação no filme São Jorge (com realização de Marco Martins), que mostra a realidade dos bairros da Belavista e Jamaica, em Lisboa, durante os anos da troika em Portugal. Já em 2017 integrou o elenco de Joaquim, de Marcelo Gomes e Menina, de Cristina Pinheiro.

Na mesma categoria estavam nomeados Cláudio da Silva (Peregrinação), José Raposo (São Jorge) e Sinde Filipe (Zeus).

Veja a cobertura completa e as imagens exclusivas na edição desta semana da CARAS.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras