Nas Bancas

1X1A6828.jpg

Carlos Mendes

Globo de Ouro de Melhor Atriz de Cinema atribuído a Rita Blanco

É o quarto Globo da carreira da atriz.

CARAS
20 de maio de 2018, 22:21

Quando subiu ao palco, Rita Blanco posou e confessou pensar que iria subir apenas para apresentar uma categoria, não para receber um prémio. Agradeceu a Francisco Pinto Balsemão, reconhecendo a gentileza e a educação que sempre encontrou na SIC, onde trabalha há mais de 20 anos. Acrescentou ainda um reconhecimento particular a quem segue o seu trabalho, sem o qual nada seria possível. "Devo este sítio onde estou ao público", concluiu.

Rita Blanco tem 55 anos e estreou-se como atriz em 1983, com a peça Mariana Espera Casamento, encenada por Luís Miguel Cintra. Dois anos depois concluiu o Curso de Formação de Atores do Conservatório Nacional. Participou em vários filmes com os mais diversos realizadores: A Mulher Que Acreditava Ser a Presidente dos EUA e O Fatalista, de João Botelho; A Falha, de João Mário Grilo, Os Mutantes, de Teresa Villaverde, Inquietude, de Manoel Oliveira e O Último Mergulho, de João César Monteiro, entre muitos outros.

Em televisão fez a série A Mala de Cartão e trabalhou com Herman José na série Casino Royale. Participou em vários programas do humorista e em séries como Médico de Família e Conta-me como Foi. Em 2011, após dois anos de ausência, regressou à televisão na sitcom da SIC A Família Mata, no telefilme da TVI O Profeta e na segunda temporada de Maternidade, da RTP1. A atriz trabalhou com o encenador e cineasta João Canijo em teatro nas peças Crimes do Coração, Jogos de Praia, Confissões ao Luar e Sete Vidas. No cinema fez os filmes Três Menos Eu, Filha da Mãe, Ganhar a Vida - que lhe valeu um Globo de Ouro de Melhor Atriz em 2002 - e Noite Escura. Em televisão a dupla trabalhou na minissérie Alentejo sem Lei e na série Sai da Minha Vida. Em 2012 voltou a ganhar o Globo de Ouro de Melhor Atriz de Cinema, pelo desempenho no filme Sangue do Meu Sangue, de João Canijo. Ainda em cinema deu vida a Maria Ribeiro, a emigrante em França de A Gaiola Dourada, um filme de Rúben Alves, e conquistou o terceiro Globo. Fez parte do elenco das novelas Sol de Inverno e Coração d'Ouro, ambas da SIC, transmitidas respetivamente em 2013 e 2015. Integra atualmente a novela Paixão.

Na mesma categoria estavam nomeados Anabela Moreira (Fátima), Carla Galvão (A Fábrica de Nada) e Lia Carvalho (Verão Danado).

Veja a cobertura completa e as imagens exclusivas na edição desta semana da CARAS.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras