João Lemos e João Lima Nuno Braancamp, Tó Romano, Álvaro Covões, Jorge Leitão Ramos, Hélio Bernardino e Carlos Rodrigues (atrás); Manuel Moura dos Santos, Rogério Samora, José Vieira Mendes, Fernando Martins, Rui Pedro Tendinha, Carlos Xavier, João Ruas, António Casimiro, Vicente Moura, Tozé Brito, Paulo Lage, Miguel Dias e Germano Campos (ao centro); Elsa Gervásio, Clara Marques, Isabel Villares, Vanessa Veloso, Anabela Teixeira e Alda Gomes (à frente).
1
/
11
Mónica Balsemão, Andreia Esteves, Cristina verdú e Gonçalo Horta
2
/
11
Guilherme Simões e Fernanda Dias
3
/
11
Anabela Teixeira
4
/
11
Fernando Martins, Miguel Dias e Tozé Brito
5
/
11
PUBLICIDADE
António Casimiro
6
/
11
Isabel Villares e Paulo Lage
7
/
11
Carlos Xavier, Álvaro Covões e Nuno Braancamp
8
/
11
Carlos Xavier e Tó Romano
9
/
11
Hélio Bernardino, Elsa gervásio e Vanessa veloso
10
/
11
PUBLICIDADE
Alda Gomes
11
/
11

XVII Gala dos Globos de Ouro já arrancou

Reunião da Comissão de Notáveis dá início a mais uma edição.

Campiso Rocha
30 Março 2012, 18:07

A tarefa não é fácil, mas os profissionais das várias áreas a distinguir pelos Globos de Ouro – Desporto, Cinema, Moda, Música e Teatro – que foram convidados a integrar a Comissão de Notáveis aceitaram, sem hesitar, sugerir os nomes que, de acordo com os critérios apresentados pela organização CARAS/SIC, têm os requisitos certos para fazerem parte da lista de nomeados para cada uma das cinco categorias.
Entre os presentes na reunião da comissão, que decorreu no auditório do Edifício S. Francisco de Sales, onde fica a redação da CARAS, esteve Rogério Samora, um estreante nestas lides. O ator referiu que considera uma honra fazer parte deste grupo e que a principal razão que o levou a aceitar o convite foi “alguma curiosidade em perceber como funcionam a escolha dos nomeados e a atribuição dos prémios”. O José da novela Rosa Fogo disse ainda que em Portugal há muitos bons artistas e que “difícil é nomear apenas alguns”. E concluiu: “Os prémios aumentam a autoestima. Para qualquer artista, seja de que área for, ser reconhecido é muito bom.”
Cenógrafo há mais de 45 anos, António Casimiro diz que esta tarefa é de “uma enorme responsabilidade, porque felizmente em Portugal temos muitos e muito bons profissionais”. Anabela Teixeira, que também faz parte dos notáveis que integram esta comissão, diz que o faz com “espírito crítico, mas sempre de uma forma construtiva.”
No momento que pode ser considerado o arranque da XVII Gala dos Globos de Ouro – que se realiza a 20 de maio próximo, uma vez mais no Coliseu dos Recreios –, Fernan­da Dias, diretora da CARAS, explicou: “Esta é talvez a fase mais difícil dos Globos, porque é preciso tomar importantes decisões em relação aos nomeados. Depois, vem toda uma logística difícil, mas vale a pena o esforço.” Quanto à grande noite, que será novamente conduzida por Bárbara Guimarães e transmitida em direto pela SIC, Fernanda Dias não tem dúvidas: “A realização cabe à Cristina Verdú, que tem o espírito dos Globos de Ouro, por isso tenho a certeza de que vai ser um grande espetáculo.”

Relacionados

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras

SUBSCREVA AQUI

Caras nas redes

Tânia Ribas de Oliveira
Câmara Municipal de Cascais

Mais na caras

X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .