Nas Bancas

users_0_10_jose-raposo-f511.jpg

Joaquim Norte de Sousa

José Raposo

É talvez um dos maiores actores da sua geração. Com 29 anos de carreira ainda hoje se depara com grandes desafios.

Cristiana Rodrigues
27 de abril de 2010, 21:59

Foi através de um anúncio no extinto jornal Sete que José Raposo viu um anúncio a pedir actores. Respondeu e foi fazer um teste. Nota positiva. Passou a integrar a companhia do Teatro Adoque. Estreou-se em O Teatrinho. Passou alguns anos nos palcos. Fez revista no Maria Vitória, no ABC e no Teatro Variedades. Perde-se a conta ao número de peças em que participou, pisando os grandes palcos nacionais.

Fundou com a actriz Maria João Abreu, com esteve casado 22 anos, A Toca dos Raposos, que produziu alguns espectáculos de comédia.

O salto para a televisão dá-se com naturalidade. Estreia-se na novela Cinzas. E a esta seguem-se outras novelas e séries televisivas.

Em cinema trabalha com quase todos os cineastas portugueses: Joaquim Sapinho, João Botelho, João Canijo, Teresa Villaverde, Inês de Medeiros, Luís Filipe Rocha, Margarida Cardoso, José Sacramento e António Pedro Vasconcelos.

A interpretação em Um Violino no Telhado valeu-lhe um Globo de Ouro para Melhor Actor de Teatro. E agora, a sua prestação enquanto Zazá Napoli, o protagonista no musical A Gaiola das Loucas, de Filipe La Féria, valeu-lhe mais uma nomeação para os Globos de Ouro.

VEJA A REPORTAGEM DA ESTREIA DA PEÇA:

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras