Nas Bancas

users_0_10_joao-tordo-globos-de-ouro-7412.jpg

João Caria / Visão

João Tordo

Gosta do silêncio e de ouvir o barulho dos dedos nas teclas do computador. João Tordo, jornalista, argumentista e escritor ganhou o Prémio José Saramago 2009 com o romance Três Vidas.

Cristiana Rodrigues
27 de abril de 2010, 21:55

Filho do músico Fernando Tordo e de Isabel Branco, ligada ao cinema e à moda, João Tordo nasceu em Lisboa em 1975.

Tirou o curso de Filosofia na Universidade Nova de Lisboa, mas acabou por se apaixonar pela comunicação e, principamente, pela escrita. Trabalhou como freelancer para algumas revistas como a Sábado, Elle e Egoísta, e passou ainda pelo Independente e pelo Jornal de Letras.

A experiência levou-o a Londres para estudar Jornalismo e daí seguiu para Nova Iorque para um curso de Escrita Criativa. Foi nessa altura que escreveu o seu primeiro livro, Os Homens Sem Luz.

Três anos depois, em 2007, João Tordo escreve outro livro, Hotel Memória. Segue-se o romance Três Vidas, que mereceu o Prémio José Saramago 2009.

Um ano antes já o escritor tinha tido outra experiência bem interessante: escrever juntamente com outras pessoas o guião para a longa-metragem "Amália, a Voz do Povo".

Foi vencedor, em 2001, do prémio Jovens Criadores.

PARA VOTAR EM JOÃO TORDO: 760 20 70 07

VEJA PARTE DE UMA ENTREVISTA AO ESCRITOR:

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras