Nas Bancas

users_0_10_daniela-ruah-globos-ouro-9847.jpg

Mário Galiano

Daniela Ruah

Correu atrás do seu sonho americano e tem feito sucesso. Não só nos Estados Unidos, mas também em Portugal, onde foi exibida a série NCIS Los Angeles. O próximo passo da actriz é entrar na indústria cinematográfica norte-americana. E... ganhar um Óscar!

Cristiana Rodrigues
27 de abril de 2010, 21:57

Não se sente uma estrela, mas até tinha razões para isso. Daniela Sofia Korn Ruah, que nasceu em Boston, nos Estados Unidos, a 2 de Dezembro de 1983, tem feito sucesso nos Estados Unidos. Determinada, conseguiu conquistar George Lucas - realizador de Indiana Jones e Guerra das Estrelas - que a escolheu para fazer o papel de uma italiana sedutora em Red Tails. De seguida, passou no casting para ser co-protagonista da série NCIS - Los Angeles, onde vestiu a pele da agente Kensi Byle, e onde contracena com actores como Chris O'Donnell, LL Cool J e Linda Hunt. Foi esta experiência de Daniela Ruah que em Portugal esteve em exibição na SIC, que faz dela uma actriz revelação.

Mas não se pense que a sua carreira só começou agora. Aliás, o seu talento há muito que foi avaliado e reconhecido em Portugal. Prova disso é que esteve oito anos sempre com projectos televisivos e quase sempre a integrar o elenco principal.

Aos 16 anos estreou-se em Jardins Proibidos. Seguiu-se Querida Mãe e uma participação especial em Uma Mulher Assim. Na altura ainda estudava no liceu, mas assim que terminou resolveu partir para Londres, onde esteve dois anos a estudar artes da representação na London Metropolitan University. No regresso a Portugal esperavam-na outros papéis de relevo: Filha do Mar, Inspector Max, Dei-te Quase Tudo, Tu e Eu e Casos da Vida.

Mas a vontade de aperfeiçoar a técnica de representar falou mais alto e Daniela Ruah, de origem judaica, decide dar forma ao sonho americano e parte rumo a Nova Iorque, tinha então 23 anos, para mais um curso de representação no Lee Strasberg Theatre and Film Institute. Dois anos depois de lá ter chegado, arranjou uma agente, e já está a viver em Hollywood - a meca do cinema. O resto da história está contada no início.

O que mais lhe tem custado é estar longe da família, o pai, Moisés Carlos Ruah, e a mãe, Katharina Lia Korn, que se divorciaram quando a actriz tinha apenas 10 anos. Anos depois percebeu que os pais eram mais felizes separados e por isso não guarda qualquer trauma.

Estudou no St Julians, em Carcavelos. Adorava fazer ginástica e dançar . Aliás, para quem não se recorda, Daniela Ruah foi vencedora do programa Dança Comigo.

Sonha ser mãe, talvez lá para os 30. Agora vai aproveitando todas as oportunidades que lhe vão surgindo, até porque tem um contrato de sete anos com a cadeia televisiva CBS, o que quer dizer que projectos profissionais não lhe vão faltar.

Na sua estada em Los Angeles já se cruzou com o músico Keith Urban e com os actores Nicole Kidman, Felicity Huffman, Patricia Arquette e Simon Baker. Também já fez furor na passadeira vermelha dos People Choice Awards 2010 e recentemente foi capa da revista Maxim. Mas nada disto a deslumbra. Sempre com os pés bem assentes na terra sabe que não é mais do que outros.

Diz-se que manteve um romance com o actor António Pedro Cerdeira e mais tarde com o actor britânico Rob Kazinsky. Daniela Ruah não confirma. Prefere manter-se em silêncio sobre a sua vida privada.

PARA VOTAR EM DANIELA RUAH: 760 20 70 02

VEJA PARTE DO TRABALHO DA ACTRIZ:

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras