Nas Bancas

Manoel de Oliveira e Francisco Pinto Balsemão

Manoel de Oliveira e Francisco Pinto Balsemão

Miguel Manso

GLOBOS DE OURO 2008: Prémio Mérito e Excelência atribuído a Manoel de Oliveira

O cineasta é o mais antigo do mundo em actividade

Andreia Guerreiro
18 de maio de 2009, 00:47

Manoel de Oliveira já venceu por diversas o Globo de Ouro de Melhor Realizador, quando ainda existia essa categoria, mas o prémio desta noite tem um sabor especial. Foi Francisco Pinto Balsemão, presidente do grupo Impresa, que subiu ao palco para entregar o galardão de Mérito e Excelência. Para além de ser um exemplo, pela enorme energia e vontade de viver que transmite, o cineasta é também o mais antigo realizador do mundo em actividade, cujo trabalho é reconhecido em todo o mundo.

"O prémio Mérito e Excelência deste ano não é apenas uma homenagem é um tributo a um homem cuja vida se confunde com a própria história", começou por dizer Francisco Pinto Balsemão, acrescentando: "A SIC e a CARAS esperaram cem anos para atribuir este globo".

Com a energia que lhe é característica, o realizador subiu ao palco do Coliseu dos Recreios para agradecer a homenagem. "Estou surpreendido e acho que isto é demais. Estou numa situação difícil, o que acontece sempre que estou em frente ao microfone (...) É difícil dizer o que sinto no meu coração. (...) Eu mereço este prémio pelos grandes artistas que trabalharam Aniki Bóbó até âs Singularidades de uma Rapariga Loira. (...) Este prémio e esta homenagem que fazem ao meu trabalho devo-os aos actores", afimou Manoel de Oliveira, que não se esqueceu de agradecer à sua companheira de sempre, a sua mulher.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras