Nas Bancas

Pedro Lima salva banhista

A terceira edição do Surf Salva, projeto de prevenção de situações de risco associadas à época balnear, passou hoje pela praia de Carcavelos, Cascais, com o objetivo de dotar os participantes de "técnicas-base para socorro a náufragos" e contou com a participação do ator Pedro Lima

Com Lusa
31 de maio de 2016, 17:59

O Surf Salva atua nas praias de norte a sul do país e pretende formar surfistas e praticantes de outros desportos náuticos, tendo, nos últimos dois anos, contado com 4.100 participantes.
O comandante Nuno Galhardo Leitão, do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN), considera que o Surf Salva já faz parte "da agenda da época balnear" e os resultados alcançados nas duas edições anteriores mostram o interesse dos banhistas em "contribuir para a segurança nas praias".
Uma segunda vertente do projeto é o Surf Salva para Todos, que apresenta formações gratuitas para todos os banhistas e versa sobre práticas de salvamento a adotar no mar. Na última edição, a iniciativa acolheu 800 pessoas em dez praias.
A última vertente é o Surf Salva Proteção Solar, que visa sensibilizar a população para o risco da exposição solar e a necessidade de prevenção do cancro da pele. A iniciativa, desenvolvida em parceria com a Liga Portuguesa Contra o Cancro, possibilita a realização de rastreios para o "diagnóstico precoce" de cancro da pele, marcando presença em cinco estâncias balneares.
Este ano o projeto apresenta uma novidade, o Surf Salva Camp, um campo de férias destinado a jovens integrados em instituições sociais, "contribuindo para a sua integração social e capacitação". Esta iniciativa decorre em Carcavelos entre 25 de junho e 11 de setembro, destinando-se a jovens dos 10 aos 15 anos, que serão selecionados pelo Pensamento Vivo - Centro de Recursos Psicopedagógicos.
O projeto resulta de uma parceria do ISN e do LIDL Portugal, com o objetivo de "prevenir situações de risco associadas à época balnear, através de ações de sensibilização e formação".
Para Vanessa Romeu, diretora de comunicação e responsabilidade social daquela empresa, o Surf Salva "enquadra-se no espírito positivo que define" a estratégia de responsabilidade social.
Entretanto, pelo quarto ano consecutivo, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) e a Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia (SPOT) realizam a Campanha Mergulho Seguro, em parceria com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).
O objetivo é sensibilizar a população, "em especial os mais jovens, na prevenção de traumatismos vertebro-medulares provocados por acidentes relacionados com mergulhos".
Segundo dados da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), entre 2010 e 2014, "84% dos acidentes de mergulho" ocorreram nos meses de julho, agosto e setembro, "com maior incidência em jovens ou adultos do sexo masculino, mais de metade entre os 11 e os 30 anos".

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Nas Bancas

Newsletters

Receba grátis no seu email as notícias, as últimas caras!

Caras Nas Redes

Mais na Caras